A casa dos grandes pensadores A casa dos grandes pensadores

| Principal | Introdução | Autores | Construtor I Textos | Fale conosco PubliqueBusca no site I Termos de uso  I


ALBERT EINSTEIN

Albert Einstein

Biografia e citações de Albert Einstein

    Físico alemão: Nasceu eu 14 de março de 1879 em Ulm, Alemanha e faleceu nos Estados Unidos em 18 de abril de 1955.
   Albert Einstein, foi destacadamente eleito personalidade do século xx-(revista time), independente de qualquer outra personalidade em uma lista de 100-incluindo: Roosevelt, Mahatma gandhi, Madre Tereza de Calcutá. Nesta lista de 100 personalidades. Einstein foi eleito destacadamente sem concorrentes, Person of the Century por mais de 30 milhões de votos no mundo  inteiro, incluindo votos de nomes importantes da ciência, política, esportes, cidadãos comuns, estudantes etc.
    Não desconsiderando os feitos dos listados entre os 100, Einstein se colocou destacadamente fora da lista como personalidade do século, pelo somatório de feitos científicos que mudaram radicalmente  os rumos da humanidade em todas as áreas dos fundamentos da tecnologia, colaborando de maneira extraordinária para o avanço da ciência, o bem estar, qualidade de vida de todos os seres vivos da face do planeta terra e a visão dos cientistas na área da física das partículas, astrofísica, cosmologia, astronomia, filosofia e demais conceitos relacionados ao universo. com sua famosa fórmula e=mc2 (energia é igual a massa multiplicada pelo quadrado da velocidade da luz), entre outros feitos realmente significativos e decisivos para uma nova visão revolucionária no campo da física,  através também da teoria geral da relatividade.

Einstein, a personalidade do século,
por:
Renato Sabbatini

A revista americana Time é conhecida mundialmente, entre outras coisas, por indicar a personalidade do ano. Depois de um longo período de escolha, em que os leitores puderam opinar, a revista elegeu recentemente a personalidade do século. Entre diversos preferidos, alguns com brutal influência negativa, como Hitler e Stalin, outros com status de salvadores da humanidade, como Roosevelt, Churchill e Ghandi; o resultado foi uma surpresa: o ganhador foi um cientista, o mais conhecido cientista de toda a humanidade, Albert Einstein.

Confesso, fiquei emocionado. Não somente porque Einstein sempre foi meu cientista predileto e meu modelo de herói científico, mas porque a escolha é um fato sem precedentes, e um forte indicativo de que os novos heróis da humanidade estão deixando de ser os grande políticos, militares e líderes espirituais, e estão passando a ser os cientistas e tecnólogos. É um reconhecimento de que a ciência e a tecnologia foram os elementos mais importantes para o progresso acelerado das sociedades humanas neste século, e que continuarão a ser, cada vez mais. A informática, as telecomunicações, a genética e a biotecnologia, as ciências médicas, a física nuclear, a química, as ciências do ambiente, as engenharias, as ciências espaciais, as tecnologias modernas da agropecuária, as ciências do mar, etc.; contribuíram enormemente nos últimos 20 ou 30 anos para aumentar o grau de bem-estar e da longevidade do ser humano.

Ao mesmo tempo, a ciência e a tecnologia também estiveram envolvidas na imensa mortandade de gente nas várias guerras do século, as mais destrutivas da história (20 milhões de mortos na Primeira, mais de 50 milhões na Segunda). Os gases usados no genocídio, o napalm, as bombas atômicas e de hidrogênio, e muitas outras tecnologias desenvolvidas pela ciência para a guerra, trouxeram um mau nome para os cientistas, sem falar na enorme destruição do meio ambiente e dos seres vivos, causada pela indústria, pelos agrotóxicos, fluorocarbonados, emissões radiativas, etc.

Curiosamente, Einstein também se situou historicamente nessas duas vertentes da ciência. Ele é um exemplo fantástico dos dilemas do cientista do século XX: ao descobrir a equivalência entre matéria e energia, através de uma das mais importante teoria científica da história, a Teoria da Relatividade, abriu o caminho para o entendimento da fissão e da fusão nuclear. Nos seus aspectos positivos, levou à compreensão de fenômenos naturais fundamentais (por exemplo, como funciona a geração de energia e luz pelas estrelas); ao desenvolvimento da energia nuclear para fins pacíficos (usinas nucleares), e nos seus aspectos negativos, levou ao desenvolvimento das bombas nucleares. Einstein, um cientista conhecido e admirado pelo seu humanismo e pacifismo, paradoxalmente foi extremamente importante para incentivar o Projeto Manhattan, que foi o esforço de construção das primeiras bombas de plutônio e de urânio. Seu amigo Leo Szilard, ao tomar conhecimento de que cientistas alemães tinham demonstrado pela primeira vez a fissão nuclear em laboratório, procurou Einstein para convencê-lo a escrever uma carta ao presidente Roosevelt, alertando-o para o fato de que a Alemanha Nazista poderia estar construindo a bomba atômica (o que seria uma catástrofe para os Aliados) e que seria necessário iniciar um esforço americano nesse sentido.

Do ponto de vista humano, Einstein também se revelou um paradigma para o cientista do século XX: ao mesmo tempo ele foi um dos maiores gênios da humanidade, com um QI altíssimo, quase estelar, um milagre da inteligência humana; por outro lado revelou que era um ser humano como todos nós, ou seja, com fraquezas, aspectos condenáveis (como os recentemente revelados, sobre seu relacionamento com a primeira mulher), erros e acertos científicos, etc.

Outro aspecto interessante da vida de Einstein é o seu envolvimento com a política. Como judeu, ele apoiou ativamente o movimento sionista, embora fosse pacifista convicto, e chegou a ser convidado para o cargo de presidente do novo estado de Israel (que recusou).  Embora fosse um cientista altamente especializado, em física matemática, gostava de escrever sobre variados temas, como filosofia e sociologia da ciência, política, etc.

Em suma, a escolha da Time foi simplesmente excelente. Albert Einstein, o cientista que parecia ser pouco convencional (ficou famoso em todo o mundo por sua fotografia em que aparecia com a cabeleira desgrenhada, mostrando a língua); foi ao mesmo tempo um dos pilares da física, um homem tão importante quanto Copérnico, Galileu Galilei e Isaac Newton.  Rompeu paradigmas, quando ainda jovem e desconhecido, um mero funcionário do Escritório de Patentes da Suíça, estudante recém-formado, de forma não muito brilhante. O ano em que publicou a teoria da relatividade ficou histórico. Pela audácia de seu pensamento, foi incompreendido inicialmente, mas depois se impôs, vitorioso, acumulou honrarias e realizações, até hoje sendo suas teorias seguindo irrefutadas.

Um orgulho para a espécie humana.
 

Para Saber Mais
Albert Einstein, Person of the Century. Time Magazine, December 1999.
O artigo original da revista que escolheu a Personalidade do Século, com artigos sobre:
Albert Einstein. by Frederic Golden
A Brief History of Relativity, Stephen Hawking
The Age of Einstein, by Roger Rosenblatt
Einstein's Unfinished Symphony, by J. Madeleine Nash
Yahoo! Physicists: Albert Einstein (1879-1955)
Uma completa lista de recursos na Internet sobre o físico
NOVA: Einstein Revealed
Um perfil de Einstein, com demonstrações em Shockwave de conceitos da teoria da relatividade
Relativity: The Special and General Theory - texto complet da obra clássica de Einstein (1920)

Algumas de suas citações: 

"Minha religião consiste numa admiração humilde ao Espírito Superior e Iluminado que se revela a si mesmo nos mínimos pormenores, que estamos aptos a captar com nossas fracas e irrelevantes mentes. A profunda certeza de um Poder Superior que se revela no Universo, difícil de ser compreendido, forma a minha idéia de Deus"

"O homem, como qualquer outro animal, é por natureza indolente. Se nada o estimula, mal se dedica a pensar e se comporta guiado apenas pelo hábito, como um autômato".

"A menor distância entre dois pontos não é uma linha reta"

"A Religião do futuro será cósmica e transcenderá um Deus Pessoal evitando os dogmas e a teologia"

"A massa de um corpo é uma medida do seu conteúdo de energia"

"O Universo é finito, cilíndrico e ilimitado"

"Quando não há nada de especial para ocupar meus pensamentos, gosto de reconstruir teoremas de física e matemática que já são de meu conhecimento. Não há qualquer propósito nisso, senão o da mera gratificação de ocupar meu cérebro raciocinando." (Albert Einstein)

"Jamais considere  seus  estudos  como   uma obrigação, mas  como  uma  oportunidade  invejável (...) para aprender a conhecer a influência libertadora da beleza  do  reino  do  espírito,  para seu próprio prazer pessoal e para proveito   da   comunidade   à   qual   seu futuro trabalho pertencer" (Albert Einstein)*

"O ser humano vivencia a si mesmo, seus pensamentos,como algo separado do resto do universo numa espécie de ilusão de óptica de sua consciência. e essa ilusão é um tipo de prisão que nos restringe a nossos desejos pessoais, conceitos a ao afeto apenas pelas pessoas mais próximas.
Nossa principal tarefa é a de nos livrarmos dessa prisão ampliando nosso circulo de compaixão para que ele abranja todos os seres vivos e toda a natureza em sua beleza. Ninguém conseguirá atingir completamente este objetivo mas, lutar pela sua realização, já é por si só parte de nossa liberação e o alicerce de nossa segurança interior." (Albert Einstein)

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pensadores