A casa dos grandes pensadores A casa dos grandes pensadores
Retornar para contos de Natal
 

DOENTE, O MENINO

Por Daniel Cristal

 
DOENTE, O MENINO
 
Doente, porque mal alimentado
e carente de afecto, andrajoso
porque os pais viviam como o gado
no estado mais vil pernicioso;
 
Doente, o menino pedia pão,
pedia uma esmola à caridade,
pedia a piedade como um cão,
e, a Jesus, rogava uma vontade:
 
Vontade de viver, a boa vontade
de conseguir sair da enorme pobreza,
que parecia ser a eternidade...
 
Até que rogou pela grã sageza:
"Jesus, tu és a minha salvação !"
E o deus menino deu-lhe o coração.
 
02.12.2005