A casa dos grandes pensadores
 
 
  IONE JAEGER

 

 

 

SIMPLESMENTE, SIMPLESMENTE
 
Homem!
É madrugada ainda,
a luz do quarto é turva.
Ao meu redor, livros, papéis,
a máquina de escrever na escrivaninha
Sobre a mesinha
um cinzeiro guarda pontas de cigarros
e o copo de uísque vazio desaponta...
Na banqueta
sua calça, a jaqueta,
os tênis deitados, virados, no chão.
Você dorme na minha cama,
escuto-lhe a respiração.
Chego perto das costas nuas,
roubo o cheiro do corpo sensual.
Você dorme
sono tranqüilo de criança
e eu aqui
cheia de desejos, de ânsia
pedinte, mais uma vez,
esmolando o carinho,
ou então,
desculpe, simplesmente,
só o seu sexo, simplesmente!
 
 Ione Jaeger

Do livro STRIP TEASE, ED 3Milênios/Sap.doSul - 1997, pág66

 
 
Publicação: www.paralerepensar.com.br  - 25/11/2005