A casa dos grandes pensadores A casa dos grandes pensadores

| Home | Introdução | Autores | Construtor I Espaço do leitor | Fale conosco PubliqueBusca no site I

 

PINK FLOYD

  Retornar
 
THE FINAL CUT

The Post War Dream

Tell me true tell me why was Jesus crucified
Is it for this that Daddy died?
Was it for you? Was it me?
Did I watch too much T.V.?
Is that a hint of accusation in your eyes?
If it wasn't for the nips
Being so good at building ships
The yards would still be open on the clyde
And it can't be much fun for them
Beneath the rising sun
With all their kids committing suicide
What have we done Maggie what have we done
What have we done to England
Should we shout should we scream
What happened to the post war dream?
Oh Maggie, Maggie what have we done?

 

O Sonho do Pós-Guerra

Conte-me a verdade, conte-me porque, Jesus foi crucificado
Foi por isso que papai morreu?
Foi por você? Foi por mim?
Será que eu assisti tanta televisão?
Isto nos seus olhos é uma insinuação de acusação?
Se não foi pelos japoneses
Sendo tão úteis nos navios em construção
Os estaleiros ainda estariam abertos
E não pode ser tão divertido para eles
Sob o Sol nascente
Com todas as suas crianças cometendo suicídio
O que nós fizemos, Maggie* o que nós fizemos?
O que nós fizemos para a Inglaterra?
Devemos gritar, devíamos berrar
O que aconteceu ao sonho pós-guerra?
Oh Maggie, Maggie o que nós fizemos?

 

* Margareth Tatcher

 


 

Your Possible Pasts

They flutter behind you your possible pasts
Some bright eyed and crazy some frightened and lost
A warning to anyone still in command
Of their possible future to take care
In derelict sidings the poppies entwine
With cattle trucks lying in wait for the next time

Do you remember me? How we used to be?
Do you think we should be closer?

She stood in the doorway, the ghost of a smile
Haunting her face like a cheap hotel sign
Her cold eyes imploring the men in their macs
For the gold in their bags or the knives in their backs

Stepping up boldly one put out his hand
He said, "I was just a child then; now I'm only a man."

Do you remember me? How we used to be?
Do you think we should be closer?

By the cold and religious we were taken in hand
Shown how to feel good and told to feel bad
Tongue tied and terrified we learned how to pray
Now our feeling run deep and cold as the clay
And strung out behind us the banners and flags
Of our possible pasts lie in tatters and rags

Do you remember me? How we used to be?
Do you think we should be closer?

 

Seus Possíveis Passados

Agitam-se nas suas costas os nossos passados possíveis
Uns olhos brilhando e loucos, outros confusos e assustados
Um aviso a algum ainda no comando
De seu possível futuro a evitar
Em locais abandonados onde as papoulas se entrelaçam
Com os caminhões de gado esperando pela próxima vez

Lembra de mim? Como costumávamos ser?
Acha que devíamos aproximar-nos?

Ela ficou na entrada, o fantasma de um sorriso
A assombrar-lhe a face como uma tabuleta de hotel barato
O seu olhar frio implorando aos homens de terno
O ouro de suas bolsas ou uma facada nas costas

Dando um passo em frente, um deles estendeu a mão
E disse, "naquele tempo era apenas uma criança
Agora sou apenas um homem"

Lembra de mim? Como costumávamos ser?
Acha que devíamos aproximar-nos?

Fomos levados à certa pelos insensíveis e pelos religiosos
Mostraram-nos o que era bom e deram-nos o mau
De boca amordaçada e aterrorizados aprendemos a rezar
E agora o nosso ressentimento é profundo frio como barro
Enquanto, abertas nas nossas costas, bandeiras e estandartes
Dos nossos possíveis passados caem desfeitas em farrapos

Lembra de mim? Como costumávamos ser?
Acha que devíamos aproximar-nos?

 


 
One Of The Few

When you're one of the few to land on your feet
What do you do to make ends meet?
Teach
Make them mad, make them sad, make them add two and two
Make them me, make them you, make them do what you want
them to
Make them laugh, make them cry, make them lie down and die

 

Um dos Poucos

Quando você é um dos poucos a desembarcar
O que você faz para terminar encontros?
Ensine.
Faça-os loucos, faça-os somarem dois mais dois
Faça-os iguais a mim, faça-os fazerem o que deseja que façam
Faça-os rirem, faça-os chorarem, faça-os caírem e morrerem.

 


 

The Hero's Return

Jesus, Jesus what's it all about
Trying to clout these little ingrates into shape
When I was their age all the lights went out
There was no time to whine and mope about

And even now part of me flies over
Dresden at angels one five
Though they'll never fathom it behind my
Sarcasm desperate memories lie

Sweetheart, sweetheart are you fast asleep, good
'Cos that's the only time that I can really talk to you
And there is something that I've locked away
A memory that is too painful
To withstand the light of day

When we came back from the war the banners and
Flags hung on every ones door
We danced and we sang in the street and
The church bells rang
But burning in my heart
My memory smolders on
Of the gunner's dying words on the intercom.

A Volta do Herói

Jesus, Jesus, do que se trata?
Tentando colocar estes pequenos ingratos na linha
Quando eu tinha a idade deles todas as luzes se apagaram
Não havia mais tempo para caminhar ou esmorecer

E até então parte de mim voava sobre
Dresden em formação aérea
Embora eles nunca investigariam isto atrás das minhas
Memórias sarcásticas e desesperadas que descansam.

Docinho, docinho, você já adormeceu? Ótimo.
Porque esta é a única oportunidade em que eu posso falar com você
E existe algo que eu tenho guardado
Uma lembrança que é tão dolorida
Para resistir à luz do dia

Quando nós voltamos da guerra, as faixas e bandeiras penduradas nas portas de todos
Nós dançávamos e cantávamos na rua e
Os sinos da igreja tocavam
Mas, queimando em meu coração
Minha memória fumega
nas últimas palavras do artilheiro no comunicador.

 

 


 

The Gunner's Dream

Floating down through the clouds
Memories come rushing up to meet me now
In the space between the heavens
And the corner of some foreign field
I had a dream
I had a dream
Goodbye Max
Goodbye Ma
After the service when you're walking slowly to the car
And the silver in her hair shines in the cold november air
You here the tolling bell
And touch the silk in your lapel
And as the teardrops rise to meet the comfort of the band
You take her frail hand
And hold on to the dream

A place to stay
Enough to eat
Somwhere old heroes shuffle safely down the street
Where you can speak out loud
About your doubts and fears
And what's more no one ever dissappears
You never hear a standard issue kicking in your door
You can relax on both sides of the tracks
And maniacs don't blow holes in bandsmen by remote control
And everyone has recourse to the law
And no-one kills the children anymore
And no-one kills the children anymore

Night after night
Going round and round my brain
His dream is driving me insane
In the corner of some foreign field
The gunner sleeps tonight
What's done is done
We cannot write off his final scene
Take heed of his dream
Take heed

 

O Sonho do Fuzileiro

Descendo flutuando através das nuvem
Lembranças vêm às pressas encontrar-me agora
No espaço entre os céus
E no canto de algum campo estrangeiro
Eu tive um sonho,
Eu tive um'sonho
Adeus, Max,
Adeus, mãe
Depois da missa
Quando vocês estiverem indo lentamente para o carro
E o grisalho dos cabelos dela brilhar
No ar frio de novembro
Você ouve o sino dobrar
E toca a seda em sua lapela
Enquanto as lágrimas brotam
Ao encontro do conforto da banda
Você segura a frágil mão dela
E se agarra ao sonho
Um lugar para ficar,
O suficiente para comer
Algum lugar onde velhos heróis
Caminham seguros, arrastando seus pés pela rua
Onde você pode falar alto
Sobre suas dúvidas e medos
E o que é mais importante, ninguém nunca desaparece
Você nunca ouve o assunto habitual deles
Chutando sua porta
Você pode relaxar dos dois lados das pistas
E maníacos não fazem buracos
Nos rapazes da banda por controle remoto
E todo mundo pode recorrer à lei
E ninguém mais mata as crianças
E ninguém mais mata as crianças
Noite após noite,
Girando em torno de meu cérebro
O sonho dele está me deixando louco
No canto de algum campo estrangeiro
O fuzileiro dorme esta noite
O que está feito, está feito
Não podemos simplesmente cancelar sua cena final
Leve o sonho em consideração
Leve em consideração

 


 

Paranoid Eyes

Button your lip don't let the shield slip
Take a fresh grip on your bullet proof mask
And if they try to break down your disguise
With their questions
You can hide hide hide
Behind paranoid eyes

You put on your brave face and
Slip over the road for a jar
Fixing your grin as you casually lean on the bar
Laughing to loud at the rest of the world
With the boys in the crowd
You hide hide hide
Behind petrified eyes

You believed in their stories of fame, fortune and glory
Now you're lost in a haze of alcohol soft middle age
The pie in the sky turned out to be miles too high
And you hide hide hide
Behind brown and mild eyes

 

Olhos Paranóicos

Feche seu lábio. Não deixe o escudo cair
Dê um pequeno aperto na sua máscara à prova de balas
E se eles tentarem desbancar o seu disfarce com perguntas
Você pode esconder, esconder, esconder....
...atrás de olhos paranóicos

Você esfrega em nossos rostos corajosos e escorrega sobre a estrada
Bocejando como quando  você usualmente se encosta num botequim
Rindo muito alto para resto do mundo
Com os meninos na multidão
Você esconde, esconde, esconde...

Você acreditou nas suas histórias de fama, fortuna e glória
Agora está perdido em um nevoeiro de álcool, meio leve e envelhecido
A torta no céu saiu para estar muitas milhas mais alta
E você esconde, esconde, esconde....
....atrás de olhos castanhos e suaves.

 


 

Get Your Filthy Hands Off My Desert

Brezhnev took Afghanistan
Begin took Beirut
Galtieri took the union jack
And Maggie over lunch one day
Took a cruiser with all hands
Apparently to make him give it back

Tire Suas Mãos Sujas do Meu Deserto

Brezhnev tomou o Afeganistão
Begin tomou Beirute
Galtieri tomou a bandeira inglesa
E Maggie almoçou um dia
Pegou um crusador com as duas mãos
Aparentemente para fazê-los desistir

 


The Fletcher Memorial Home

Take all your overgrown infants away somewhere
And build them a home, a little place of their own
The fletcher memorial
Home for incurable tyrants and kings

And they can appear to themselves every dasy
On closed circuit T.V.
To make sure they're still real
It's the connection they feel
"Ladies and gentlemen please welcome Reagan and Haig
Mr. Begin and friend, Mrs. Thatcher and paisley,
Mr. Brezhnev and party,
The ghost of McCarthy
The memories of Nixon
And now adding colour a group of anonymous Latin-
American meat packing gl"

Did they expect us to treat them with any respect

They can polish their medals and sharpen their
Smiles, and amuse themselves playing games for a while
Boom boom, bang bang, lie down you're dead

Safe in the permanent gaze of a cold glass eye
With their favorite toys
They'll be good girls and boys
In the Fletcher memorial home for colonial
Wasters if life and limb

Is everyone in?
Are you having a nice time?
Now the final solution can be applied

 

O Lar Memorial Fletcher

 

Leve suas crianças super-crescidas para outro lugar
E construa para elas uma casa, um cantinho próprio
O Lar Memorial Fletcher
para Tiranos incuráveis e Reis

E eles podem se mostrar todo dia
Em um circuito fechado de T.V.
Para se assegurarem de que eles continuam reais
É a única ligação que eles sentem
Senhoras e senhores, por favor recebam Reagan e Haig,
Sr. Begin e sua amiga, Sra. Thatcher, e Paisly,
Sr. Brezhnev e partido.
O fantasma de MacCarthy,
As cinzas de Nixon
E agora, dando um colorido, um grupo de latino-americanos anônimos empacotando ‘glitterati’.

Eles esperavam que os tratássemos com algum respeito?

Eles podem polir suas medalhas e afiar seus
sorrisos, e se divertindo jogando jogos por alguns instantes
Boom boom, bang bang, deite-se, você está morto.

À salvo em um olhar permanente de um olho frio de vidro
Com seus brinquedos favoritos
Eles serão meninas e meninos comportados
No Lar Memorial Fletcher para
Desperdiçadores de vidas e de membros

Está todo mundo aí?
Vocês estão se divertindo?
Agora a solução final pode ser aplicada

 

 

Southampton Dock

They disembarked in 45
And no one spoke and no one smiled
There were too many spaces in the line
Gathered at the cenotaph
All agreed with hand on heart
To sheath the sacrificial knives

But now
She stands upon southampton dock
With her handerchief
And her summer frock clings
To her wet body in the rain
In quiet desperation knuckles
White upon the slippery reins
She bravely waves the boys goodbye again

And still the dark spreads between
Their shoulder blades
A mute reminder of the poppy fields and graves
And when the fight was over
We spent what they had made
But in the bottom of our hearts
We felt the final cut

 

 

 

A Doca de Southampton

Eles desembarcaram em 45
E ninguém falou e ninguém sorriu
Havia muitos espaços na fila.
Reunidos no túmulo vazio
Todos concordaram com a mão no coração
em guardar as facas de sacrifício
Mas não

Ela aguarda sobre a  Doca de Southampton
Com seu lenço de mão
E o seu traje de verão,
pelo corpo molhado na chuva.
Em desespero silencioso, defuntos
branqueiam sobre as rédeas escorregadias
E ela bravamente se despede dos garotos de novo.

E ainda a mancha escura se espalha entre
as ombreiras dele
Um lembrete mudo dos campos de papoulas e sepulturas.
E quando a luta acabou
Nós desperdiçamos o que eles haviam feito.
Mas no fundo de nossos corações
Nós sentimos o corte final.

 

 

The Final Cut

Through the fish eyed lens of tear stained eyes
I can barely define the shape of this moment in time
And far from flying high in clear blue skies
I'm spiralling down to the hole in the ground where I hide

If you negotiate the minefield in the drive
And beat the dogs and cheat the cold electronic eyes
And if you make it past the shotgun in the hall
Dial the combination, open the priesthole
And if I'm in I'll tell you what's behind the wall

There's a kid who had a big hallucination
Making love to girls in magazines
He wonders if you're sleeping with your new found faith
Could anybody love him
Or is it just a crazy dream

And if I show you my dark side
Will you still hold me tonight
And if I open my heart to you
And show you my weak side
What would you do
Would you sell your story to Rolling Stone
Would take the children away
And leave me alone
And smile in reassurance
As you whisper down the phone
Would you send me packing
Or would you take me home

Thought I oughta bare my feelings
Thought I oughta tear the curtain down
I held the blade in trembling hands
Prepared to make it but just then the phone rang
I never had the nerve to make the final cut

 

O Corte Final

Através das lentes de olhos chorosos
Eu mal posso definir a forma deste momento
E longe de voar alto em céus azuis
eu estou girando em direção ao buraco no chão onde eu me escondo

Se você negociar o campo minado na rodada
E vencer os cachorros e enganar os olhos eletrônicos
E se você tornar passado a espingarda no corredor
Tecle a combinação, abra o santuário
E seu eu estiver dentro, eu lhe contarei o que há por trás do muro.

Há um garoto que tem uma grande alucinação
Fazendo amor com garotas em revistas
Ele pergunta se você está dormindo com sua recém encontrada fé.
Alguém poderia amá-lo
Ou isto é apenas um sonho?

E se eu lhe mostrar o meu lado escuro
Você ainda me abraçaria esta noite?
E se eu abrir-lhe meu coração
E mostrar-lhe meu lado fraco
O que você faria?
Você venderia sua história para a ‘Rolling Stone’
Levaria as crianças embora
E me deixaria sozinho?
E sorriria confiante
Como quando cochicha ao telefone?
Você me despacharia num pacote?
Ou me levaria para casa?

Pensei que teria que descobrir meus sentimentos crus
Pensei que teria que rasgar a cortina
Eu segurei a lâmina com as mãos tremendo
Preparado para fazê-lo, mas o telefone então tocou
E eu nunca tive a coragem de fazer o corte final.

 

 

 

Not Now John

Fuck all that we've got to get on with these
Got to compete with the wily japanese
There's too many home fires buring
And not enough trees
So fuck all that
We've got to get on with these
Can't stop lose job mind gone silicon
What bomb get away pay day make hay
Break down need fix big six
Clickity click hold on oh no brrrrrrrrrring bingo!
Make 'em laugh make 'em cry Make 'em dance in the aisles
Make 'em pay make 'em stay make 'em feel okay
Not nah John
We've got to get on with the film show
Hollywood waits at the end of the rainbow
Who cares what it's about
As long as the kids go
Not now John
Got to get on with the show
Hang on John
We've got to get on with this
I don't know what it is
But it fits on here like............
Come at the end of the shift
We'll go and get pissed
But not now John
I've got to get on with this
Hold on John
I think there's something good on
I used to read books but............
It could be the news
Or some other amusement
Or it could be reusable shows
Fuck all that we've got to get on with these
Got to compete with the wily Japanese
No need to worry about the vietnamese
Got to bring the Russian bear to his knees
Well, maybe not the Russian bear
Maybe the Swedes
We showed Argentina
Now let's go and show these
Make us feel tough
And wouldn't Maggie be pleased
nah nah nah nah nah nah!
S'cusi dove il bar
Se para collo pou eine toe bar
S'il vous plait ou est le bar
Oi' where's the fucking bar John!

Agora Não John

Dane-se tudo, nós temos que cuidar disto
Temos que competir com os velhacos japoneses
Há muitos lares pegando fogo
E poucas árvores
Então, dane-se tudo
Nós temos que cuidar disto
Não podem parar
Perder o emprego
Inconsciente
Silicone
Que bomba
Vá embora
Dia de pagamento
Produza feno
Fadiga
Precisa de conserto
Seis grandes
Click ‘clicado’
Agüente
Oh não
Deeeeeeu bingo!
Faça-os rirem
Faça-os chorarem
Faça-os dançar nos corredores
Faça-os pagarem
Faça-os ficarem
Faça-os sentirem-se bem
Agora não John
Nós temos que cuidar do programa
Hollywood espera no final do arco-íris
Quem se importa sobre o que significa isto
tão logo as crianças partam?
Agora não John
Vá cuidar do espetáculo
Espere John, nós temos que cuidar disto
Eu não sei o que é isto
Mas ajusta aqui como....
Venha até o fim da mudança
Nós iremos e
Mas agora não John
Eu tenho que cuidar disto
Agüente John
Eu acho que tem coisa boa vindo
Eu costumava ler livros mas...
Seriam as notícias
Ou algum outro abuso
Ou seriam espetáculos recicláveis
Dane-se tudo, nós temos que cuidar disto
Temos que competir com os velhacos japoneses
Sem necessidade de preocupar com os Vietnamitas
Temos que trazer os Ursos Russos de joelhos
Bem, talvez não o Urso Russo
Talvez os Suecos
Nós mostramos a Argentina
Agora vamos embora e mostrar isto
Fazer-nos sentirmos fortes
E Maggie seria agradada?
Nah nah nah nah nah nah nah!

 

 

Two Suns In The Sunset

In my rear view mirror the sun is going down
Sinking behind bridges in the road
And I think of all the good things
That we have left undone
And I suffer premonitions
Confirm suspicions
Of the holocaust to come

The wire that holds the cork
Taht keeps the anger in
Gives way
And suddenly it's day again
The sun is in the East
Even though the day is done
Two suns in the sunset
Hmmmmmmmmmmmm
Could could be the human race is run

Like the moment when the brakes lock
An you slide towards the big truck
You stretch the frozen moments with your fear
And you'll never hear their voices
And you'll never see their faces
You have no recourse to the law anymore

And as the windshield melts
My tears evaporate
Leaving only charcoal to defend
Finally I understand
The feelings of the few
Ashes and diamonds
Foe and friend
We were all equal in the end

 

Dois Sóis no Horizonte

Em meu retrovisor o sol se põe
Afundando atrás de pontes na estrada
E eu penso em todas as coisas boas
Que deixamos por fazer
E eu sinto premonições
Confirmo suspeitas
Do holocausto que virá

O arame que prende a rolha
Que mantém a raiva guardada
Cede
E de repente é dia novamente
O sol está no oeste
Até cheguei a pensar que o dia tinha acabado
Dois sóis no horizonte
Hmmmmmmmmmm
Será que a trajetória da humanidade acabou?

Como no momento em que os freios travam
E você desliza de encontro ao grande caminhão
Você aumenta o momento paralisante com seu medo
E você nunca ouvirá suas vozes
E nunca verá suas faces
Você não pode mais recorrer à lei

E enquanto o para-brisa derrete
Minhas lágrimas evaporam
Deixando apenas carvão para defender
Finalmente eu compreendo
Os sentimentos dos poucos
Cinzas e diamantes
Inimigos e amigos
Somos todos iguais no final

TOPO

 Retornar