Paralerepensar - Perfil

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal | Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |

 
Autores
 
Manoel Honorato da Costa filho (Mano)
Página do autor: www.paralerepensar.com.br/manoelhonorato
Publicações
Contato com autor(a)
 
Perfil



Brasileiro, pernambucano. Homem pobre, escritor humilde. Nascido em 21 de dezembro 1958. Na Cidade de Recife para logo ser batizado e registrado no Cartório de São Lourenço PE.
Filho de Manoel Honorato da Costa e Maria Francisca Santana da Costa.
A primeira residência foi na Cidade de Camaragibe a época, mesmo município da cidade de onde recebeu o registro de nascimento.
No tempo em que nasceu; seus pais tinham uma vida relativamente considerada hoje de: classe média. Com várias casas e quartos alugados.
Aos dois anos de idade, perdeu o pai - morte natural. Logo que o pai faleceu, foi morar na Cidade de Olinda.
Aos oito anos perdia a mãe - também causa natural. Perda essa que deixou a marca de um a deus registrado na memória para sempre. 'Após o falecimento de sua mãe, foi morar no Bairro de Ouro Preto, na mesma cidade.
Junto a mais três irmãos: Terezinha Maria da Costa, Alcina Maria da Costa e Moisés Honorato da Costa, quatro órfãos precisando de amor cuidados e carinho.
Do primeiro casamento, seu pai deixou outros irmãos, assim considerados "irmãos por parte de pai" e um: Francisco Honorato da Costa. O mesmo concluiu a faculdade em direito. Entrando na política, elegendo-se vereador. Sendo um bom político para a Cidade de Camaragibe. Ao morrer, recebeu o nome de uma praça no centro da citada cidade. E o pai a ser também homenageado com o nome de uma rua, também na mesma.
O autor, antes da idade de oito anos, conheceu os ensinamentos Bíblicos passando a ser um evangélico - sua religião até hoje, da qual afirma para o mundo: "não a troca por tesouro algum na terra".
Mesmo independente de sofrer na vida, em não ter os ensinamentos cuidados do pai, e o amor da mãe, porém, segue crendo que o Deus do céu é o pai dos órfãos.
Ainda de menor, foi morar na Cidade do Rio de Janeiro, nos bairros de: Paciência e Inhoaíba.
Em Ínhoaíba, formou um time de futebol feminino, batizado de "Flamina". Ao tempo em que, passou a ser conhecido por centenas de pessoas chegando também a ser técnico, tanto de garotos de 8 a 15 anos e de outros com idade superior. Foi realmente um lide. "líder para o bem." Volta para Olinda e logo passa a morar em um Bairro de Recife “Beberibe”
Casou no mês de Abril do ano de 1986 com a Elisama Ramos. Da qual nasceram três filhos: Jemmesom Willams Ramos da Costa; Adams Muller Ramos da Costa e Cristhian Roger Ramos da Costa.
No ano de: 1987 a 1989, concluiu o Ensino Médio com Administração de Empresa, no Colégio Almirante Soares Dutra. Estudava no turno da noite. E, naquele tempo, diretora, professora “o” e de quase todos os alunos e alunas era amigo. Foi um conquistador de amizades. Ao chegar para assistir a aula, já na entrada ao portão, era sempre recebido com abraço e carinho de quem preza amizade um exemplo de aluno para os professores e para as amizades em ser amigo.
O tempo passa, trabalhou por mais de 20 anos numa empresa que oferece lazer, “Park Aquático” e o desejo de só fazer o bem permanecia. Bem como, com o propósito de dividi com os necessitados, os resultados positivos quando seus sonhos vierem a ser realizados. E para isso, crê no Deus vivo. Pedindo sempre a Deus para que suas orações, fossem atendidas e uma dessas: para escrever livros.
Assim aconteceu. A própria biografia como sua primeira obra. Recebendo o título: Narrativas - Uma vida para muitas vidas por uma vida. Tendo a assessoria redacional do grande amigo professor de uma das melhores faculdades do Estado de Pernambuco - Albanio Paulino da Silva o qual fez de graça. Assim sendo, através desta obra, vem lutando solicitando e pedindo ajuda para a realização dos seus sonhos e desejos o qual segue: Ajudar as crianças carentes nas creches orfanatos e hospitais, doando - remédios, alimentos e vestimentas.
A segunda obra neste tempo do ano 2009 a publicar. Faltando ainda à correção. Praticamente o inverso do primeiro livro- o descrito quase todo conteúdo ficção. Com o título: Os pássaros me levaram ao céu.
Ao tempo em que: filiado em um partido político há mais de 12 anos, e mesmo sozinho sem que a direção do citado dê valor, talvez medo que ganhasse a eleição na frente deles Embora venha criando, desenvolvendo, implantando meios para uma mudança, ou seja: mais oportunidades para os pobres e os necessitados bem como para todas as vidas do Brasil e do mundo. Muitas vezes decepcionados e desprezados por ser homem pobre, escritor humilde. Mas teve a felicidade e a alegria de escrever na primeira obra esta frase a qual ficará para eternidade.
Amo todo povo do mundo! Amando a minha querida Pátria Brasil