Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Artigo
 
Amor e Casamento se combinam?
Por: Cristian Haese

É curioso observar a maneira pela qual a maioria das pessoas tenta justificar seus dissabores mais íntimos no que se refere à vida a dois dizendo categoricamente que o casamento é uma instituição falida, fora de moda e desnecessária. Aliás, como estamos inseridos numa sociedade que constantemente banaliza e vulgariza a palavra "amor" através de uma mídia que cada vez mais aliena e escraviza as grandes massas com a idéia de que o valor de um homem e de uma mulher não precisam ser levados tanto em conta, a não ser que se considere o prazer que se cosegue no viver, custe o que custar...

As pessoas se enxergam tão distantes da "realidade" novelística que acabam olhando para si mesmas como se fossem os mais infelizes, impotentes e inválidos diante de seus cônjuges, filhos e família em geral. As mulheres das novelas são tão bonitas, arrumadas, e embora sofram e chorem continuam bem maqueadas, esticadas e no capítulo seguinte tem seus dramas resolvidos... Os homens das novelas traem suas mulheres, tem casos amorosos com meninas bem mais jovens, são desonestos em seus negócios e são bonitões, galãs e continuam desejados... Resultado: a massa imbecil que faz de sua insípida e medíocre vida (aos seus olhos..., diga-se de passagem) a tentativa desesperada e inútil de ser o que se vê na TV acaba caminhando para a perigosa estrada da indiferença, do stress, da depressão, do desgaste, etc...

Conheço famílias que se desintegraram porque seus líderes decidiram que não conseguiriam mais serem felizes um com o outro e simplesmente jogaram fora tudo o que tinham construído até ali: história, filhos, fotos, lembranças... Aliás, você concordará comigo que "felicidade" é uma questão de determinação, não é? Só que, quando não se estabelece esta idéia como plataforma da vida começam a surgir as pseudo-justificativas citadas no início do artigo.

Nem precisa relembrar aqui que a frase "o amor acabou" ou "nossa relação desgastou-se" ou ainda "nosso casamento já vinha se arrastando sem amor..." e outras tantas são apenas tentativas bem humanas de tentar maquiar e tapear a essência do que realmente ocorre lá no coração: pessoas se unem não a outras pessoas, mas pessoas se unem a "conceitos", "imagens" e "ilusões". O valor do ser humano é o que menos importa na maioria das relações interpessoais de nossa era pós-moderna. Por conta disso criou-se a falsa premissa de que casamento e amor não necessariamente devem andar juntos...

Infelizmente esta grande mentira tem devastado a vida de muita gente. Existe um número assustadoramente enorme de crianças e adolescentes no mundo hoje que estão totalmente sem chão e direção porque descobriram que são apenas frutos de uma relação sexual. Não pertencem a ninguém, não sabem a quem devem amar, não sabem se são amados... Por que? Porque os valores foram distorcidos e trocados. Substituídos pelo ilusionismo nas novelas globais e do lixo pós-moderno a que estamos inegavelmente expostos.

Quero concluir dizendo que existe SIM a possibilidade real de duas pessoas se casarem, se amarem e serem felizes, apesar de todos os desafios que a vida apresenta a qualquer humano mortal. Por favor, não seja imbecil a ponto de dizer que "o amor acabou" e por isso não existe mais possibilidade de um recomeço. Casamento é recomeço! O que faz um casal permanecer juntinho por 30, 40 ou 50 anos? Será que foi o sexo brutal e caliente como visto na TV? Será que foi uma conta bancária que sempre teve saldos com mais de três dígitos? Será que foi o endereço em lugares nobres? Posso dizer categoricamente que a resposta é NÃO!

Se você é casado, tem filhos e está vivendo uma fase de rotina, desgaste e conflitos, acredite no que vou lhe dizer: a pior bobeira que você pode fazer é jogar o que você construiu até aqui fora. Inteligente e sábio é aquele homem ou aquela mulher que consegue através de humildade e equilíbrio encontrar o caminho de volta e resgatar aquilo que um dia foi motivo de atração, calor e palpitações!...

Amor e casamento estão mais em moda e evidência do que você imagina! Lembre-se de que "a maioria é burra"... Se as formas "alternativas" de relacionamento fossem tão eficazes como pretendem ser não existiria tanta gente indo aos consultórios para fazer terapia e gastando parte significativa de seus recursos com anti-depressivos. Experimente andar na via contrária da grande maioria.

Olhe para o teu cônjuge hoje e relembre o que há de especial nele ou nela... Olhe para os filhos, se os tiver, e lembre-se de que eles não pediram permissão para vir. Chegaram porque existiu um momento em que dois corpos se uniram e a Natureza concedeu aos dois a nobre oportunidade de procriar e co-participar no ato criador!

Enfim, não existe "casamento impossível" ou "amor perdido"... Amor não acaba! Amor cresce a cada dia e fica mais intenso no decorrer do tempo. O que existe é orgulho, preconceito, ilusões acerca da vida que têm levado milhões ao infortúnio da solidão e do desespero.

Seja feliz! Recomece!!

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: cTTA (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.