A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Albertino Fernandes Neto
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poesia
 
FORÇA
Por: Albertino Fernandes Neto

Desperto, desta minha ignomínia acordo.
Renasço, deste torpor informe desgarro.
Semeio culturas longínquas, lutas e artes
Para te ter aqui para te ter mais perto
 
Busquei. Outrora caminhos infindos, aporto.
Chego onipotente de universos distantes.
Destruo garras, corrente e lanças
Em vagas gigantes me lanço aquoso
 
Acolho. Apolo, Júpiter e Mercúrio, sinto.
Assimilo as mais fantásticas formas divinas
Degluto energias e a própria anti-matéria
E te presenteio com furor e orgulho
A memória.

 Comente este texto
 

Comentário (2)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: LQYL (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.