A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Albertino Fernandes Neto
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poesia
 
Procura-se
Por: Albertino Fernandes Neto

Mulher como as tais, como todas as outras
Que saiba olhar, como olham as demais
Amar com amor, sem pensar, sem mandar
Abraçar com ternura, despojada do medo
Que sorria sorrisos, sorrindo no olhar

Que cante alegria, e a este mundo encante
Andante qual fêmea, qual graça e faceira
Qual rainha em seu trono, humilde eternize
Mortais e mortal, seu homem seu súdito
Sem penhora e grilhões, nem em pensar martirize

Mulher lado fêmea, como deusa de Vênus
Ao lado o seu homem, sem súplica a seu lado
Ao homem a amada, em plenitude e em vida
E plenos viver, a amar e sentir
Mulher que se baste, ser amada e querida

Que saiba jogar, jogar com afinco
Atuar pra vencer, se perder não importa
E jogue muito, muito, com muito louvor
E que goste, que faça, que faça dedicada
E se dê todo jeito, todo jeito ao amor

 Comente este texto
 

Comentário (1)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: NcYN (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.