A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Mirna Cavalcanti de Albuquerque Pinto da Cunha
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Anticancer: Uma nova forma de vida
Por: Mirna Cavalcanti de Albuquerque Pinto da Cunha



AnteScriptum



"Só há duas opções nesta vida: resignar-se ou indignar-se. E eu não vou me resignar nunca”, disse Darcy Ribeiro.

Quanto a mim, sinto-me indignada por tudo que avilta o ser humano. Resigno-me apenas, ante a vontade de Deus , pois ELE tem o SEU tempo e, o que hoje penso necessitar, ELE sabe o que me é melhor e quando me concederá ...

Jamais deixei - ou deixarei de lutar pela vida em todas as suas formas e condições – em quaisquer circunstâncias - seja tanto no que se refere à minha, quanto à de meus semelhantes... Por outro lado, seguirei batalhando com a força da dignidade, contra atos deletérios perpetrados por inconseqüentes seres, sempre em constante e firme defesa dos direitos das criaturas, não importa em que lugar do orbe se encontrem.



Os que costumam ler meus artigos, sabem que sou leiga a respeito de muitos dos assuntos sobre os quais escrevo – leiga, não 'ignorante...' Graças ao que estudei - e estudo - aprendi a pensar e a conhecer - e a reconhecer - as linhas divisórias existentes entre o que é verdade e o que é imaginário, o que é sonho e o que é realidade , o que é possível e o que é impossível... e este, para Deus inexiste... ESPERANÇA, é a palavra que, aliada à fé, tudo pode...

Quando recebo mensagens como esta, de meu amigo Odoaldo Passos, eu as compartilho, deixando ao critério do leitor crer ou não e, se de seu interesse e se restar alguma dúvida, buscar, pesquisar e, no caso, se quiser, adotar como princípio de vida.

Sabe-se da importância da alimentação para o corpo. Se, por um lado, "somos o que pensamos, dizemos, e agimos", por outro, "somos o QUE comemos, COMO vivemos e DE QUE FORMA enfrentamos o que nos ocorre”... E isso vale não só para manter a saúde (evitando o acometimento de doenças), como para tentar manter o corpo físico hígido e a mente sã ("Mens sana in corpore sano").



Em um tempo no qual comemos alimentos com agrotóxicos em demasia e sendo esta ainda, a época das ' fast foods', compartilho o site desta mensagem . Encontra-se em inglês, mas legendada. Assim, mesmo os que não falam a língua de Shakespeare, poderão compreendê-la.

Trata-se de um vídeo do Dr. David Servan-Schreiber, M.D., Ph.D, neurocientista:

http://www.youtube.com/embed/9AfuDVvhe4I



Indico-lhes também a leitura do artigo que informa a luta do Dr. David contra o cancer, publica entrevista sua, e revela ainda seu falecimento, após quase vinte anos - o que espantou a classe médica em geral... Para tanto, acessar:

http://www.jornalopcao.com.br/colunas/imprensa/cancer-derrota-david-servan-schreiber

Lendo-a, saberão a opinião do próprio dr. Servan-Schreiber sobre a importância da alimentação para o corpo humano. Constatarão que, ao contrário do afirmado pelos que combateram suas idéias, ele jamais foi contra a medicina tradicional - mas complementou-a com a sabedoria da milenar medicina oriental.

Espero lhes seja útil como o foi para mim.

Mirna Cavalcanti de albuquerque Pinto da Cunha

Rio de Janeiro, 31 de Julho de 2013

NOTA: David Servan-Schreiber nasceu em França em 1961. Concluiu o doutoramento em Ciências Neurocognitivas na Universidade Carnegie Mellon, sob orientação de Herbert Simon, pai da inteligência artificial e Nobel de Economia, e de James McClelland, pioneiro da teoria das redes neuronais. Médico e pesquisador na área das neurociências, foi também professor de Psiquiatria na Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh, onde criou e dirigiu o Centro de Medicina Complementar. Foi também um dos fundadores da delegação dos Médicos sem Fronteiras nos Estados Unidos, ao serviço da qual trabalhou em vários cenários de guerra. Com 31 anos, foi-lhe diagnosticado um tumor no cérebro com o qual viveu 19 anos, desafiando todos os prognósticos médicos. Acabou, no entanto, por falecer em julho de 2011, em França, aos 50 anos. É autor de ' Curar' e 'Anticancro', que venderam milhões de exemplares e estão traduzidos em quarenta línguas.http://www.wook.pt/authors/detail/id/18088

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: OaIf (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.