A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Escritor ADhemyr Fortunatto
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA
Por: Escritor ADhemyr Fortunatto

REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA... (23.09.13, segunda-feira...):

Estava eu, nesta manhã, sentado num banco de ponto de ônibus, quando um sujeito pediu-me um real para complementar sua condução, pois que havia perdido seu cartão... Tive 99% de certeza de que já o tinha visto, que ele já me pedira dinheiro, e com esta mesma cantinela. Disse-lhe que não tinha. Ele pediu a outra pessoa, a outra; nada. Até que, vendo aproximar uma mulher com uma criança ao colo, dela conseguiu o seu almejado um real. Aí, em vez de esperar o ônibus, saiu andando rápido, em direção contrária. A mulher olhou pra mim e disse estar desconfiada que aquele sujeito a enganara. Eu quase confirmei isso, mas resolvi ficar calado. E calado a assisti se lamentar, mas, entretanto, dizer que "quem iria acertar conta com Deus era ele e não ela"... Fiz de cabeça que sim. Aí revelou-me que, fora o dinheiro da condução, aquele um real era o único que tinha... Mas isso não durou muito... Súbito, olhou ao longe, a pouca distância, foi lá, abaixou, pegou algo e voltou para o ponto, onde eu esperava pelo desfecho dessa história realíssima... Se aproximou de mim, contente, dizendo:
---Como Deus é grande, né moço! Acabei de achar 7 reais!
____________________________________________________
P.S.: Esta história bem que poderia estar no meu livro, não tivesse ele já publicado. Curioso como que as ruas nos oferecem fatos diários, reais; uns sem moral, outros com moral. (Escritor ADhemyr Fortunatto, autor do livro REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA, Editora Usina de Letras, Rio de Janeiro - RJ - 2013).
[email protected]

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: OcKM (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.