A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
DISSO EU ENTENDO
Por: Luiz Carlos Morete

DISSO EU ENTENDO



Eram dois amigos que, todas as tardes sentavam-se à mesa daquele barzinho para jogar conversa fora. Um belo dia um deles saiu-se com essa:
- Eu entendo tudo de mulher!
- Que conversa é essa agora? Você mesmo disse que nem a sua mulher você entende e agora vem me dizer isso?
- Mas descobri que entendo!
- Como?
- Pelo andar, pelos gestos eu sou capaz de dizer como ela é.
- Vai ter que me provar. – disse o outro.
- Então você vai ver.
Esperaram um pouco e logo viram duas mulheres e ele já foi logo dizendo:
- Olhe lá. Aquela que vem conversando. Posso lhe dizer que gosta de fazer muitas compras só pelo gesto que ela faz. E no final do mês não sobra nada.
Ao passarem eles só pegaram o fim da conversa.
-... é uma lástima! – disse uma delas.
- Não te falei? Gasta demais.
- Não provou nada. Ela poderia estar falando de outra coisa. Não me convenceu.
- Está bem. Vou fazer outra vez.
Aguardaram até que passassem outras mulheres. O que não demorou.
- Olha ali. Aquela vem dizendo para amiga que gosta muito de viajar e que não abre mão disso. Só pelo jeito de andar e gesticular.
Mais uma vez pegaram o que uma dizia para a outra.
-... e se meu marido não for eu pego os filhos e vou assim mesmo.
- Não te falei? – disse o amigo comemorando a vitória.
- Também não me convenceu. Não falaram de viagem. Pela conversa não deu para saber.
- Mas você é um cara difícil de convencer!
- Vamos fazer o seguinte. Vou te dar mais uma chance. Olha aquelas ali. Diga-me o que você acha.
- A mais conversadeira é muito ciumenta. È capaz de “chutar o pau da barraca” se pegar o marido não fazendo nada, levando tudo na maciota.
Quando iam se aproximando o “sabe-tudo” saiu de fininho e entrou no bar. O amigo foi ver o que estava acontecendo.
- O que aconteceu? Não quis ouvir a conversa ou ficou com medo de errar mais uma?
- Não é nada disso.
- O que é então que fez você correr aqui para dentro?
- É que aquela é minha mulher!







 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: OKUK (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.