A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poema
 
LÍRIOS D'ÁGUA SÃO FRANCISCO DE ASSIS
Por: Rosalina Herai

O rio silencioso
Dormia sob o efeito
Do perfume suave
Dos lírios que nele repousavam

Contavam os lírios uma história
Das lágrimas que lá haviam caído
Dos olhos muito amorosos
De um homem chamado Francisco

Francisco falava com todos
Seja na terra ou nas águas
E um dia tristonho debruçou-se
Sobre as pedras que no rio ficavam

Chorou junto com a natureza
Pela falta da liberdade do homem
E os peixes ao verem sua pureza
Buscaram a mais linda pérola brilhante

Combinaram com o criador
Dar um presente a Francisco
As lágrimas foram colocadas numa ostra
E nela foram colocados perfumes escolhidos

Fizeram uma nova fórmula
E a ostra trouxe a pérola
E quando a pérola brilhou
Acima lírios formou

Lírios das lágrimas de Francisco
E ele leprosos lá os ia lavar
Mal sabia ele
Que os leprosos eram curados
Pelas lágrimas que um dia ali derramou

Rosalina Herai

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: TTVV (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.