A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Conto
 
Cristal
Por: Ângela Farias

Em um belo dia de abril, 2001, recebemos um lindo presente que nos foi entregue por uma pessoa muito especial, carinhosamente chamada de vó Val. O presente foi recebido em uma clínica veterinária.
Quando recebemos você, nos perguntaram que nome lhe daríamos, eu e Gabi, dissemos de imediato, Cristal, assim você foi batizada. Um nome lindo como você era, uma cadelinha pequenina, de pelo branquinho com um olhar encantador, recém nascida.
Trouxemos você para nossa casa com muito carinho e ternura, cuidamos de você como se cuida de uma criança. Todas as nossas atenções se voltaram para você. Sua alimentação, todos os cuidados que diziam respeito ao seu bem estar, estivemos atentas.
Foram anos de convivência. Viajamos algumas vezes para cidades próximas e você estava entre nós. Você corria feliz, sempre que saíamos com você. Quantas e quantas vezes fomos para Arembepe, e você parecia saber, ou sabia de fato, que estávamos indo para lá, era incrível sua percepção. Você era "inteligente"se posso assim dizer: Um irracional que na concepção da palavra, demonstrava atitudes indescritíveis. Você era especialmente, especial.
Os anos passaram, aprendemos com você, ensinamos a você, quanta troca! Minha e nossa cristal.
Infelizmente uma doença lhe roubou a saúde, roubou a sua alegria e nos tirou também. A cada dia a sua vida estava sendo roubada, e nós, suas fiéis companheiras, sofremos juntas. O tempo perdurou, e você lutou dia após dia, parecia resistir e querer viver muito mais. O sofrimento abateu-se sob nossas vidas. Cuidamos de você a cada minuto, nosso cansaço era visível, porém, nosso amor era maior.
Seus olhinhos pretinhos e expressivos, foram aos poucos ficando nublados, sua visão escurecia, sua audição foi diminuindo, seus reflexos falhando. Suas forças visivelmente, diminuíram, aos poucos você perdeu aquilo tão especial, a sua alegria. Mesmo com tantas dificuldades, você se manteve fiel. Quantas vezes chorei pertinho de você, pedi a Deus para fazer aquilo que fosse necessário, e não deixar você sofrer.
Como tudo tem seu tempo, o seu tempo chegou. Você partiu foi viver numa outra dimensão da vida, foi ser abençoada pelos anjos protetores dos animais. Deixou saudade, as lágrimas são constantes, as lembranças eternizarão em nossos corações. Você era especial.
Ficaremos aqui, agradecidas a Deus, a vó Val e a vida que nos trouxe você em um momento tão difícil.
Pedimos a Deus, aos anjos de luz e bondade e também aos animais do mundo espiritual, que te recebam com amor e carinho, que aonde estiver, esteja em paz.
Você fez parte da nossa história, nossa querida Cristal, (Tatau).

 Comente este texto
 

Comentário (2)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: IFPE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.