A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Prosa
 
em busca da felicidade
Por: Natalia

pequena prosa poética

como chuva de luz entram agora os raios do sol por entre os ramos despidos de folhagem,
também a vida vai diluindo a alegria antiga do nosso viver, como se fosse o único destino esta corrida contra o tempo...na tranquilidade dos meus lábios vão-se as palavras calando,
enquanto no meu corpo corre aquele rio de amor antigo, que jamais deixará de correr e que fiel amar-te-à ...
anseio por uma palavra que me abra uma porta de saída e procuro-a de pálpebras cerradas.
sair desta mentira de que sou testemunha silenciosa, e que assim vai gastando meu tempo... falar para quê? ninguém me ouve! parece não haver saída, para a procura da felicidade,
mas busco a vida no aroma frondoso da natureza, nas aves, no vento, no perfume das flores
e nos meus olhos há luz, ternura e paz, meus lábios uma avalanche de beijos,
o coração acolhe de novo com ânsia o amor, e no meu querer rutilantes flores de jasmim,
desvanecendo-se num aroma intenso que vem até mim.

natalia nuno

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: AaXS (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.