A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Paródia
 
forasteiro
Por: Celso Roberto Nadilo

Seresteiro da madrugada
bate porta e sai a dentro...
feito vento rateando pelo chão,
foge vento forte, brando do coração,
ei vem ver o caminho fora noite tardia,
embora numa beira de estrada,
vem chuva caído sobre o telhado
tão fino que se ouve as batidas do coração,
e gosto do vinho, borbulha na alma,
sem querer meu amigo vou indo
que dia está por vir num estouro de uma boiada
vou viver sem meu amor apenas o gosto da madruga,
está por vir e som no coração,
que me diz assim é o amor pela se apaixonou,
bem pouco meu bem quer, estaciona
seus olhos no portão, enquanto gado se encanta com berrante,
meu amor me abrace forte, porquê ainda sois uma lembrança,
saudade marca muito forte ferro em brasa,
então vou olhando o céu no horizonte ate coração se perder,
minha mulher te amo meu coração
o dia vem raiando meu bem tenho ir mais uma vez...
esperando meu coração bate com esperança vou te ver.

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: eUSP (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.