A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Artigo
 
EDUCAÇÃO E PLURALIDADE CULTURAL
Por: SALETI HARTMANN

Toda vez que nos aproximamos de outros povos, outras línguas e outras raças - seja pelos meios de comunicação, seja pessoalmente - compreendemos, no mesmo instante, que a DIFERENÇA é uma das características do Homem.

Somos diferentes no modo de agir, no modo de vestir e na maneira como cultuamos nossas crenças, costumes e tradições.

Mas, é principalmente, no modo de pensar e de agir uns em relação aos outros, que a grande diferença se faz. O pensamento e a ação de um, interfere na vida de muitos. Se existe destaque num líder que manifesta ódio e rancor pelas diferentes manifestações humanas, muitos o seguirão na ação do rancor.

Poucos compreendem quando se fala em aceitação pacífica das diferenças culturais, que traçam diversos rumos para seres da mesma espécie. Talvez porque não conheçam a riqueza de haver várias culturas construindo a História verdadeira da Humanidade.

Por este motivo, a PLURALIDADE CULTURAL, tornou-se um dos grandes temas abordados pela EDUCAÇÃO, no findar de um milênio que desperdiçou milhões de vidas humanas em nome da intolerância.

É urgente incutir na mente dos alunos, a arte de SER TOLERANTE para com os demais, se quisermos um mundo nascido do pensamento pacífico e sadio espiritualmente.

O desafio do professor, é levar o aluno a conhecer - para RESPEITAR - as diferentes formas de manifestação da Cultura humana, para que ele aceite viver num mundo onde a PLURALIDADE CULTURAL é cada dia mais evidente.
Compreender o Outro, é aprender a "SER" o Outro, mesmo que por alguns instantes, para amar a cultura universal latente no "outro", e também em nós mesmos.

Significa, sim, uma possibilidade de crescimento interior e a capacidade de vir a amar e RESPEITAR o que se começa a conhecer.

O aluno precisa aprender a ser como um Porto, onde vêm atracar navios, transatlânticos, caícos, iates e barcaças, de todos os cantos do Planeta Humano. E, cada um, traz uma novidade de algo que ainda não se conhece plenamente. Não podemos simplesmente demonstrar ódio por esta novidade que ainda não conhecemos. Que cada um possa levar o nosso RESPEITO pela variedade de manifestações e pela tolerância que também demonstram por nós.

Nós temos de ser o Porto, para manifestarmos, sempre, nossa própria identidade cultural. E precisamos ser as embarcações que parte, para que o nosso Pensamento seja pela expansão do nosso próprio mundo particular.
Todo produto cultural humano necessitou de milênios para se estabelecer na Sociedade, e nada tem sido obra do simples acaso. Muitas vidas humanas já foram sacrificadas em nome das diversas Culturas do Planeta.
A partir do momento que aceitamos ser o Mundo e o Porto, traremos em nós a mais completa bagagem cultural e de RESPEITO humano, para vivermos mais um Milênio de Paz e aceitação por tudo o que é manifestado através do Pensamento e da CULTURA do Homem Civilizado, sem discriminar ou excluir quem nasceu com uma cultura diferente, mas com a mesma essência humana de aprender a sua Lição no Mundo.

Que o nosso Pensamento seja AMOR...
Que o nosso Ensinamento seja o Perdão.

Saleti Hartmann
Professora/Pedagoga e Poetisa
Cândido Godói-RS

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: IEbP (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.