A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Artigo
 
Páginas de relacionamentos e suas consequências. Um relato real.
Por: Moisés Dias


Um dia talvez, Eu espero que não seja tarde, você vai entender que enquanto você não gosta, não lê e não se interessa pelo que escrevo, existem pessoas que aguardam minhas postagens todas as manhãs procurando algo que dê sentido à vida delas. Para você, Eu reservo o meu melhor muitas vezes não percebido por você. Ainda assim, mentalmente Eu me iludo dizendo que você viu e sentiu o que escrevi. Muitas vezes são estados que estou vivendo. Muitas vezes são palavras que Eu quero dizer mesmo... Muitas vezes são apenas desabafos de agonias que Eu esteja passando. Mas, na maioria, são conjugações do meu amor por você. Das minhas tristezas Eu não preciso escrever, elas transbordam em mim através de lágrimas que saem sem ao menos Eu sentir. Mas são momentos tristes que vêm e vão embora logo em seguida... Apesar de tudo, Eu peço desculpas por ser tão dado às pessoas e essas me incluírem em seu rol de amizades apenas para ter talvez algo com que ler e usar em seus dias. Mas, de forma alguma essas postagens têm no bojo a intenção de me confrontar com você. Pra você Eu falo pessoalmente, mesmo que você não queira ouvir. Ainda assim, desculpe por me associar a páginas de relacionamentos sem muitos questionamentos. É que, apesar dos meus anos vividos, Eu não tenho a malícia necessária para discernir quem é do bem ou que é do mal... Infelizmente sou simples demais. Talvez por isso Eu quase sempre estou em alguma armadilha. Mas, por pior que você, ninguém levou nada do que era seu. Nada do que contivesse você. Nada que se relaciona à você. Ao contrário. Eu não a divido. Daí o sofrer quando o mundo e as pessoas querem um pouco ou parte de você. Não que Eu seja egoísta. É que certos sentimentos não consigo controlar, mas nem por isso, Eu a quero sufocar. Ontem, visando um futuro sem pequenas rusgas, excluí pessoas de minha página de relacionamentos. Algumas até que tinham significados... Outras sequer me disseram um " oi ". E outras tantas, essas sim, estavam ali buscando motivos em palavras para aliviar os seus dias que em sínteses eram frustrantes. No entanto, você é maior do que tudo isso. Com você Eu conjugo a vida. Com elas Eu escrevo sobre vida. O que é muito diferente. Desculpe por pessoas erradas que adicionei. Desculpe por papos errados que tive. Desculpe por avançar sinais mas sem cometer crimes. Desculpe se deu esperanças onde não devia e se dei valor onde não tinha. Enfim. Desculpe qualquer coisa. Tá? Fique bem. Se cuida. Te amo. Lembre-se: Você é tudo do nada que Sou. Você é tudo o que quero e que preciso. Até o dia que você permitir, você sempre será meu tudo. Beijos

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: eKOG (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.