A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Artigo
 
Quer escrever bem? Pense sobre isto!
Por: Milena Aragão

Na posição de docente, ouço estudantes verbalizando que têm dificuldades na escrita por não terem incentivo da instituição de ensino. Alegam que, pelo fato de não pedirem resumos com freqüência, contribuem para que estes não aprendam a escrever. Diante disso, iniciei um processo reflexivo que me levou a seguinte questão: Escrever não é apenas um ato isolado!
A escrita não é algo que se aprende numa disciplina ou conjunto de disciplinas somente. Ela é processo de vida! Para escrever bem, é necessário ler bem!
Ler bem não é passar os olhos no texto pouco antes da aula para responder as perguntas. Não é ler o texto de forma ingênua. Ler bem é conversar com o texto, voltar nele diversas vezes, elencando as dúvidas e buscando outros canais de resposta para sanar essa dúvida, isto é, outros textos que colaborem na compreensão do texto lido.
Qualquer criança alfabetizada lê um texto, mas estudar o texto, compreendê-lo, exige mais do que passar os olhos uma única vez, ou decorar frases. Estudar um texto é trabalhoso, demanda tempo. Um texto bem lido colabora com a escrita.
Escrita é prática diária. Ela tem diversos vínculos: vincula-se com a leitura bem feita, vincula-se com as regras gramaticais, vincula-se com a visão de mundo (que se amplia a partir da leitura bem feita), vincula-se com a memória, com a atenção, com a concentração. Tudo está interligado! Se eu não sei pontuar um texto ele fica mal escrito, se eu não entendo o uso de diferentes palavras e expressões e as coloco apenas por que são "bonitas", ele fica mal escrito. Se eu não conheço as regras de escrita, aquelas que aprendemos na aula de redação da escola, o texto fica mal escrito. Se minha mente é confusa e eu misturo tudo, querendo expressar-me sem a devida coerência, o texto fica mal escrito.
Não basta professores incentivarem a leitura pedindo resumos de textos se eu os leio um dia antes, se eu me "inspiro" no do colega, se eu não dedico o tempo necessário para estudar o texto, articulando-o com outros, tampouco para escrever sobre o texto. A escrita é exercício diário, é muita "transpiração". Exige protagonismo. Exige querer aprender, querer fazer, priorizar, sair da posição de vítima de um sistema, para assumirmos a responsabilidade pelo nosso aprendizado.
É ingênuo pensar que uma graduação, frente a tantas exigências, possa mudar a escrita ou a leitura de alguém que não deseja fazê-lo, ou que não possa fazê-lo. Temos muita responsabilidade com o que desejamos para a nossa vida. Escrever não é apenas um ato isolado

 Comente este texto

 

Comentário (1)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: HeLV (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.