A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Conto
 
O gatinho e o calango
Por: Ângela Farias



Passando por uma área arborizada , terra firme e espaço de muito capim podado, percebi um gatinho preto, pequeno, parecia um filhote, parado, estático, chamou a minha atenção. fiquei a observar porque aquele gatinho se comportava daquela forma e o gatinho parado. Logo em seguida, notei que o danadinho, correu repentinamente e segurou algo, trazendo em seus dentes uma presa, colocando exatamente no mesmo lugar em que esteve algum tempo parado. Impressionante, aquela presa era simplesmente, um calango. O mais surpreendente é que o calango estava vivinho e o gatinho não queria matá-lo, muito ao contrário, ele estava se divertindo e brincando com aquele outro animalzinho minúsculo, indefeso que naquele momento e naquela hora, serviu de isca de brinquedo para um pequenino gatinho solitário. A cena do corre atrás se repetiu várias vezes, sempre da mesma forma: corria o calango, corria o gatinho atrás dele, colocava entre os dentes e o conduzia para o mesmo lugar. Não me contive, peguei o celular e fotografei a cena. Fiquei parada a observar e indagar-como pode dois animais tão diferentes se comportarem de maneira que ao meu ver, sem conhecimento em psicologia animal, sentir naquele instante, a inocência de dois seres vivos, diferentes e capazes de interagir entre si, sem agressão, maldade, ofensa ou qualquer outra atitude que me fizesse ter medo. A cena se repetiu por várias vezes, segui meu caminho feliz e pensando: - dois animais brincando com tanta harmonia, que mal pude acreditar no que via.

 Comente este texto
 

Comentário (1)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: ATaJ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.