A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Natal
 
QUE A ÉTICA REFLORESÇA NESSE NATAL
Por: Valdir Sodré

QUE A ÉTICA REFLORESÇA NESSE NATAL
Valdir Sodré

Hoje completam 2016 anos do nascimento de Jesus Cristo, que veio para nos salvar diante de todas as maldades, ciladas do inimigo e de todos os pecados que nos afligem e que tentamos evitar. Nesse dia celebramos a vida sobre a morte e nos alimentamos com sentimentos de esperança por dias melhores. Precisamos consolidar na perseverança da fé um senso de alteridade e de perdão. Necessitamos de nos colocar no lugar do outro, deixando se sermos etnocêntricos, perdoando e nos perdoando. Enfim, devemos ser sobretudo éticos.
Cristo, em seu pequeno curso de vida, sempre foi um homem ético, ao acolher os excluídos da sociedade. A ética de Cristo é a ética da humanização, que na parábola do bom samaritano (Lc 10,25-37) evidencia a superioridade da caridade em relação ao cumprimento de deveres religiosos. O Messias sempre buscou discutir a diferença entre o que uma pessoa pode dizer de si e o que as pessoas reconhecem no seu agir. A compaixão é base da ética de Cristo. E ela é compreendida como a força motriz da sensibilidade e da alteridade pela dor/sofrimento do outro.
Dois fatos são peças-chaves da compreensão da ética de Cristo: primeiramente observa-se que as bem-aventuranças são apresentadas no plural, indicando que se trata de uma felicidade a ser vivida comunitariamente; a posteriori, a felicidade dos “pobres em espírito” está em vencer o desejo que desemboca em rivalidade, violência e morte. Jesus admitia a convivência com pessoas de boa situação econômica, desde que fossem capazes de se desapegarem do que tinham a fim de servir às necessidades dos demais.
O confronto entre a ética de Cristo com a ética na qual vivemos e até ensinamos é ponto vital de reflexão da humanidade contemporânea, que carece de perseverança na fé, consolidando um caminho acertado para a elaboração de uma ética de dimensões globais porque não parte de valores supra-humanos, mas da consideração das necessidades mais elementares de qualquer homem, na concretude e inteireza de sua vida (CASTILLO, J. M., 2010, In: A Ética de Cristo).
O ano de 2016 ora finaliza sob a necessidade vital de uma reflexão verdadeira, honesta e humana em torno das ações que cotidianamente realizamos. Devemos semear paz, honestidade, fraternidade e amor conforme os preceitos cristãos frente a uma proposta de mundo que prega a individualidade e a vontade premente de apego ao dinheiro, que de muitas formas são os exercícios antiéticos de muitos indivíduos e de autoridades que lidam com numerário público.
A ética humana deve ser espelhada na ética de Cristo, sendo elaborada numa reflexão e práxis sobre o desejo de justiça e de harmonia comuns.
Nesse Natal, comemoramos o nascimento de Cristo na necessidade primordial de orarmos e/ou rezarmos pelos nossos governantes e pelo nosso país. Parece contraditório tal ação, porém “antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo” (Ef 4, 32).
Ademais, “admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade; Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador” (1Tim 2, 1 – 3).
Honesta e fraternalmente, desejamos um feliz Natal e um ano novo repleto de realizações na certeza de que a atmosfera ética de Cristo ilumine nossos caminhos, sendo-nos éticos, mesmo que o mundo continue a nos dizer que não sejamos portadores de uma coragem incomensurável de sermos simplesmente éticos.

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: UNUB (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.