A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Conto
 
SINAL DE ESPERANÇA
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

SINAL DE ESPERANÇA

A confiança pode ser definida como algo de bom que acontecerá com o ser humano e todos nós temos esperanças de viver muito bem, no entanto alguns seres esquecidos e que vivem a margem da sociedade tem esperança de sobreviver e vencer todos os percalços que a vida lhes oferece. Pessoas acometidas de doenças sempre vivem na esperança e na expectativa de uma cura. Como a vida humana é complicada e muita coisa está relacionada com o utópico ou com o ilusório, mas muitos mantêm a esperança de um dia abraçar a riqueza ou a felicidade. Pode ser a virtude teologal constituída de fé, esperança e caridade. As sinonímias de esperanças são confiança, espera expectativa, perspectiva e fé.

A esperança nos proporciona coisas boas, vida saudável, amizade e bons relacionamentos. Pode ser esperanças abrilhantadas pelos raios do sol que nos proporciona um amanhecer belo e sem igual. Um novo dia, um dia novo com mudanças, precisamente em nosso modo de viver tratando com sutilidades nossos amigos e familiares. É muito bom para nossa saúde respirarmos todos os dias ar puro para que possamos renovar a nossa vida irradiando saúde e tranquilidade. Caminhar, se exercitar com pensamento tranquilo, deixar a vida vibrar. Sentir, observar mais um renascer, envolver-se de alegria em mais um amanhecer.

Sublime cuja palavra expressa ternura, paz e caridade. Podemos ilustrar a nossa vida terrena com jardins belos e esplendorosos adubados com amor seja ele qual for o mais importante é que ele venha com sementes de paz, tranquilidade. O amor trazido por Deus com toda a sua bondade nos mundos chamados felizes, onde a fraternidade impera o amor entre todos os seres é uma prática singela com toda certeza. O amor materno é tão importante, pois vem puro, transparente e não há quem resista a ele. Quantas pessoas sofrem nesse orbe por não ter as suas disposições o amor fraterno.

Como existem lares secos e ocos, pois inexiste o amor fraterno, paterno e a consequência dessa ausência é a desordem social e o desarranjo de um lar que poderia ter como ponte forte a felicidade. A vida repleta de amor sempre será uma maravilha com doces criaturas é como se fosse rosa que se abre e perfuma e pássaros que em revoadas voam e cantam numa melodia extraordinária. A Natureza, à nossa volta, nos ensina o que é o amor, com sua fauna e flora projetadas pelo Criador. Sempre ouvimos dizer que não existe nada mais belo do que o sorriso de uma criança, por isso o Mestre dizia: “Deixai vir a mim as criancinhas, pois elas herdarão os reinos dos Céus”.

É o futuro de qualquer país e a esperança de todo o mundo. Devemos agir sempre assim: “O amor ao idoso, ao carente, ao pobre, ao deficiente, o amor ao vizinho, ao parente, ao especial, ao indigente. Devemos lembrar que o amor não tem fronteira pra parar, e onde existe uma dor, lá ele deve estar”. Os que sofrem nesse mundo um dia serão exaltados e aqueles que não sabem o que é o amor um dia aprenderão, pois a vida é uma escola que nos ensina tudo. Almejamos viver num mundo feliz aliado a ternura, a paz e a caridade. Que bom quando encontramos um amigo que nos compreende e recebemos dele um grande abraço e quando ele transpira o que existe de mais importante para nós, à felicidade.

Um grande amigo pode preencher os vazios que temos em nossas vidas são doces criaturas que vivem em consonância eterna com o bem. Quantos dariam a vida por um abraço benfeitor. Levantemos meus irmãos, e nos abracemos com fervor, ajudando a mudar o mundo com caridade e mais amor. Com sorrisos nos lábios nos sentimos tão contentes e esse contentamento faz parte da vida. Estamos em busca da evolução e não podemos retrogradar jamais, e nem ficarmos estacionados necessitamos dar impulsos nos amigos para que eles assimilem o bem, a paz e a gloriosa felicidade. Quando a nuvem passa e o sol clareia, as minhas ideias se renovam nas páginas coloridas coloco os meus versos e as minhas rimas.

Não é sina e sim sabedoria, pois para se confeccionar belas passagens da vida é preciso muita maestria. Quando o raio clareia os céus em noite de muita chuva, é sinal que vem barulho estonteante de um grande trovão que assusta muita gente. De coração forte e fronte erguida, sigo o destino traçado para mim, no entanto, não me canso, pois o cansaço faz minha alma sofrer. Não posso fugir a responsabilidade, pois já tenho idade e sei que a vontade de crescer é grande e o belo destino não pode ficar retido. Não devo ter o dever negado, isso é dívida crescente, o desertor padece amargamente e, almejo ir mais longe, alcançar os píncaros da glória, para que eu consiga vencer tenho que suplantar todos os obstáculos e alcançar um futuro repleto de alegria, por isso, eu preciso do amor e auxílio do Grande Pai Maior, Meu Deus.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES- FORTALEZA/ CEARÁ











Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: aUYD (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.