A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Erasmo Manuel Vaz Contreiras
•Publicações
•Perfil
•Comente este texto
 
Poema
 
IDA AO INFINITO
Por: Erasmo Manuel Vaz Contreiras

IDA AO INFINITO




Eu vou andando pela rua
Lamentando e gritando que você
Não me quer mais

E esta dor dentro do peito
Só me queima e esquenta
E por isso eu sinto que…
Você não me quer mais

Por isso eu vou
E me desfaço
Fingirei que não te amo mais…
Por isso eu vou
E me desfaço
Esta dor em mim não vai doer mais…


E sei eu que as coisas um dia vão mudar
E novamente eu vou poder te amar
Ainda que me afogues no fundo do mar
Não perderei meu respirar

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: dDVa (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.