A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Artigo
 
Duas soluções - você tem outra?
Por: Haroldo Pereira Barboza

Duas soluções

Provavelmente cada brasileiro tem duas propostas para melhorar nossa terra. Mas precisa edita-la para que outros as leiam e incorporem detalhes para enriquecê-las e torna-las públicas no sentido de algo positivo acontecer.

Eu também tenho duas.

A 1ª não vou esclarecer pelos seguintes argumentos principais:
- deve demorar entre 60 e 75 anos;
- passaremos uns 10 anos no “formato Haití” antes de iniciarmos a reconstrução;
- continuaremos dividindo (e sustentando) as ratazanas do poder por muitas décadas.

Então vou tentar resumir a 2ª hipótese. Se alguns colegas acrescentarem melhorias, ela poderá se transformar em FABULOSA e nos proporcionar vantajoso retorno em menos de 10 anos. Por enquanto, é apenas uma fábula.

As FFAAs criam comando central (colegiado contemplando mulheres também) com 11 (21, 31) Generais, Almirantes + 1 jurista + 1 médico + 1 psicólogo + 1 economista + 1 diplomata. Grupo reconhecidamente composto por amantes da pátria. Em cada Estado, comandos locais de formato similar.

Dia D – As FFAAs com apoio das polícias estaduais, fecham as “casas” (antros) executivas, legislativas e judiciárias em todo o país. Exceto:
A) As Prefeituras, que só poderão adotar medidas oficiais com aval de comissão militar regional.
B) O STF, que passará a ser braço direito para orientação do comando agora em vigor.
Dia D+1 – Eliminam pelo menos metade dos ministérios atuais. Decreta que os políticos atingidos estão fora da vida pública para sempre e que receberão metade de seus vencimentos durante 6 meses, tempo ideal para procurarem emprego.
Eliminam todos os partidos políticos.
Entre os dias D+1 e D+30 algumas escaramuças poderão ocorrer por conta dos insatisfeitos. As câmaras agora vazias poderão servir de cadeia provisoriamente.
De imediato obteremos os seguintes ganhos:
- serão eliminados (só em Brasília) quase 10.000 “aspones” que consumem mais da metade das verbas de gabinete.
- Centenas de carros oficiais (e gasolina) serão economizados.
- Os ministério vazios podem ser transformados em escolas, hospitais, presídios (para os de penas leves).
- As empresas passarão a buscar melhor qualidade de produtos e serviços. Com a economia de propinas que deixarão de dar, poderão investir em cursos para seus empregados. As licitações passarão a ser por merecimento.
- Bancos terão de quitar suas dívidas com a união.
- O patrulhamento de vias urbanas será aprimorado.
- A área de educação e saúde preventiva terá maior prioridade
- As vias de entrada de armas e drogas serão mais vigiadas. Muitos legisladores deixarão de usar suas “imunidades” para atravessarem caixotes nos portos e aeroportos.
Dia D+31 – O país passará a levantar-se. Com a moralidade pública recuperada (pelo menos 98%), cada cidadão vai ter no que se espelhar e espalhar aos filhos. Teremos certeza (pelo menos 98%) de que contratos honestos serão firmados em obras realmente essenciais.
Dia D+365 – novos partidos políticos poderão ser criados. No máximo 5. Nenhum elemento que já tenha ocupado cargo público poderá fazer parte destas novas fileiras. Tiveram muito tempo para comandar projetos úteis e não aproveitaram a oportunidade. Mesmos os honestos que ficaram omissos observando toda a canalhice atual sem mover um dedo para denuncia-las.
Dia D+366 – Ato institucional definindo que os salários dos futuros políticos serão atrelados ao SM com reajuste na mesma proporção e na mesma data. Sugiro que um Legislador (trabalhando 40 horas por mês na câmara e as demais 200 horas em alguma atividade profissional) receba proventos conforme segue:
VM = 8 SM / DE = 12 SM / DF = 18 SM / SF = 25 SM
Cada elemento só poderá ter 4 assesores.
Dia D+730 – Convocação de novas eleições com as seguintes restrições (para Brasília e proporcionalmente para cada Estado):
- O número de Vereadores, Deputados estaduais, Deputados federais, Senadores e Ministros não pode ser superior a 2/3 do contingente em atividade até o dia D-1. As campanhas devem ser conduzidas via questionários para que os eleitores possam dar aval (somente no 4º mês da campanha) às propostas apresentadas pelos candidatos. Se o projeto não for levado a sério, basta não votar no (na) candidato.
- Nenhuma pessoa poderá ocupar a mesma posição por uma 3ª vez.
- Todos descontarão para o INSS da mesma forma que os demais trabalhadores.
- O tempo de legislador será contabilizado pela metade para efeito de aposentadoria.
- Imunidades parlamentares estarão restritas apenas a pronunciamentos. Atos lesivos aos cofres públicos serão tratados com furto comum.
- Condenados à prisão com escolaridade acima do Fundamental II terão a pena dobrada.
Dia D+910 – Dia da eleição.
Dia D+940 - dia da posse dos novos eleitos, com uma homenagem de toda a nação aos integrantes das FFAAs que desempenharão um papel primordial para o choque cívico aqui proposto.

Que este ensaio possa lhe servir para refletir sobre o futuro de nosso herdeiros. E que sua inspiração inclua novos itens para aperfeiçoar nossas pretensões.

Haroldo / RJ

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: KgdO (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.