A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Crônica
 
IRMÃ LUA
Por: Dirceu Kommers


Um tio-avô meu, que era navegante, deu-me certo dia, um conselho: “Nunca embarque num navio sem antes saber para onde ele vai”. Contudo às vezes é difícil, muito difícil...

Certa noite, já bem tarde, fui abordado na Av. Goethe, por um bêbado trôpego que agarrou-se à minha lapela e,
com seu bafo repugnante, apontou para a Lua, que estava cheia em toda sua plenitude e perguntou-me ameaçadoramente: “- A Lua está muito bonita...? A Lua está muito bonita?”, repetiu. Pensando rápido e não desejando uma morte prematura , olhei-o bem dentro dos olhos e declamei: “-Os olhos de minha amada são ainda mais brilhantes diante do Sol”. Descobri, nesse momento, que Sheakespeare é também útil para acalmar bêbados violentos, até por dar-lhes a impressão de que você está mais louco do que eles. .
“Uma boa resposta...” – disse ele. “Uma boa resposta”, como ele sublinhou ”navegando” como um barco à deriva.

“Esta é uma canção para os lunáticos de todas as partes,
para aqueles cuja sanidade depende das fazes da Lua.”

(Dirceu Kommers)

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: OVeZ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.