Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Conto
 
SUTILIDADE DE AMOR
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

SUTILIDADE DE AMOR

Velejei por mares bravios e águas turbulentas, sofri com o balançar das ondas em vil revolta. Vi esmaecer as minhas esperanças opulentas no pensar cadente sem pândega que se esgota. Não logrei as venturas que meditei e planejei, nos sonhos corroídos sem belas esperanças. A minha face amarelou quando tonto me deitei, alardeando motivos para as bem-aventuranças.

Sofri, chorei no amargor sem contentamentos, senti faltar as minhas doces e sutis esperanças.Minha fisionomia refletia esperançosas bonanças soltando, iluminando, meus tristes pensamentos. Meu ligeiro navegar tinha esplendorosa missão. A todo instante tentava vencer grandes percalços, A minha diretriz, meu viés era sentir doces abraços, de uma formosa donzela de fantástica iluminação.

Consegui afinal transpor os obstáculos frenéticos.O amor sofrido, dilacerante não suportava esperar. O coração a palpitar em revoltos movimentos tétricos. A vontade descontrolada, a sensação luzidia de amar. Ela veio alegre ao meu encontro, sorridente e feliz. Como um redemoinho a afaguei num forte abraço. Era amor, paixão que não contive e perdi a diretriz. Num belo encanto nos abraçamos sem embaraço , mas com muitas esperanças.

Na relva verdejante nos deliciamos ao som da passarada. O final da viagem nos incita a ósculos renitentes e ardentes, As borboletas multicores voam em delirantes revoadas, Raiou o prazer e nos entregamos aos amores solenemente. O amor é a força mais sutil do mundo, de quem ama e perdoa todos os pecados. Reforçando o coração com afeto profundo, dando-lhe belos impulsos emoldurados de paixão.

A falta de amor é a maior das pobrezas, sem ele a fraqueza invade nosso coração. Na superação altiva vêm altas destrezas, sutilizando a nobreza do amor com paixão. Amar e ser amado são energias em profusão. de dois seres unidos pelos laços fieis do amor. De abraços e beijos fortes, desejo e sedução, na união de dois corpos ao êxtase redentor. O amor deve ser a essência da alma humana, através de meiguices, afagos que inundam. Qual essência que fortalece o corpo que emana, carícias, orgasmos e sensações que se aprofundam no corpo em profusão.


ANTONIO PAIVA RODRIGUES

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: UBKP (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.