A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Conto
 
OS GRANDES MOMENTOS DE NOSSAS VIDAS.
Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES

OS GRANDES MOMENTOS DE NOSSAS VIDAS.

O sonho do enamorado é ter o amor reconhecido, não magoar o coração moldado pelo carinho da amada reduzido. O enamorado é um eterno apaixonado, de coração fiel e ações deslumbrantes. Vive momento intenso e deslumbrado no rol da paixão e de entregas dignificantes. Pensa, repensa e chega a desperdiçar momentos felizes por mera indecisão, lamenta sempre a espera de enamorar, atitude inóspita que desola seu coração.
Merecemos momentos positivos e áureos, assoberbados pelas brisas silenciosas, saborosas e cativantes. De antemão pedimos a Deus o grande arquiteto do Universo que insira um amor profundo, fecundo e altaneiro nos corações humanos, com intuito de minorar nossos sofrimentos diários gerados pela violência descontrolada. O que inserimos nos lábios, serve como vitaminas para fortificar os nossos corpos debilitados, cansados e alquebrados pelo dia a dia da vida.
Amor vira loucura, loucura vira amor sem temor à ausência dos atores das cenas amorosas é terror. Terror sem medo, medo sem terror, só prática do amor, sensível, belo, estonteante que gera clima delicioso de sabor, agradável, apreciável, louco, são adjetivos gratificantes, o tempo passa ao som de uma bela melodia orquestrada. Só temos a ganhar nada a perder esperamos frutos nobilizantes, só nos resta desmesurado êxtase de uma noite ávida e coadunada de amor e muita emoção.
Os sonhos são recuperados e os sorrisos fluem como a água que jorra brilhantemente de uma vertente que se abre como esperança, dos que dependem desse líquido precioso. O écran se transforma, visto que o semblante é outro, magnânimo, puro de grandeza d’alma, generoso e liberal. Queríamos conversar com as estrelas, com elas fazer amizade, com o sol fazer um tratado para exaurir as sombras, não queríamos viver de esperanças, de fantasias, esperando que nossa vontade seja vencida pelo desânimo assustador. Nas profundezas do ser imantamos o amor, a esperança, e no íntimo de nossas almas moram belas e majestosas energias fluidificadoras, que fortalecem nossos espíritos e a felicidade é revivida.

ANTONIO PAIVA RODRIGUES

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: QJeU (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.