A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco | CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poema
 
Sertão Das Laranjeiras
Por: Antonio Carlos Ramos

Cansado do trabalho numa tarde de calor
Sentado na varanda eu via o sol se por
Os passarinhos La na mata começavam recolher
Assim e o caboclo no sertão das laranjeiras
Que na roça trabalhou uma vida inteira
Plantando e colhendo para sobreviver

Mas eu tenho recompensa todo o dia
No sertão vou vivendo com alegria
Não estou só ali também vive o meu Senhor
A cabocla que eu amava um dia foi embora
Deixou saudade que no peito ainda mora
Aqui no sertão ela me deu muito amor

Eu olho para o céu a imagino junto às estrelas
Um dia daqui vou partir e novamente poderei vê-la
Uma nova historia junto vamos escrever
À noite fico olhando a lua Lá no infinito
Sei que o Senhor vai estar ali comigo
Vai vigiar meu sono quando eu adormecer

Surge um novo dia me preparo para levantar
Os passarinhos cantam para me despertar
Abro a janela e vejo um lindo dia nascer
O sol vem brilhando com toda intensidade
Sou um caboclo feliz e para falar a verdade
O paraíso já existe mesmo antes de eu morrer.

tonyramos

Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: WDFe (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.