Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 

 

Haroldo Pereira Barboza
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Artigo
 
Segurança 88
Por: Haroldo Pereira Barboza

Segurança 88 (nada a ver com a sardinha).

Historicamente nosso condomínio (e outros milhares) não possui um foco nítido sobre segurança. E este tema não se resume apenas a reduzir a possibilidade de invasão do nosso perímetro por elementos mal intencionados. A segurança abrange muito mais como resumo a seguir.

Violência externa – de fato é o tema que envolve toda a cidade com alto índice de horror nos últimos 20 anos. É o que mais nos assusta. Mas nossas medidas são discretas. Meia dúzia de câmeras (que nem sempre oferecem imagens adequadas) e normas combinadas mas não seguidas à risca (logo esquecidas e perdoadas). Efetivamente seria preciso outras medidas (que envolve investimentos) e mudança de comportamento (aí reside a maior dificuldade de melhoria {*1}).

Equipamentos – a manutenção periódica (600 vezes mais barata que a perda de um apartamento) coloca em 1º nível apenas o elevador (com o qual temos contato diário). Mas canos de água enferrujados também trazem riscos à saúde e a um apartamento (um cano estourado). O compartimento do PC, com itens arcaicos (mais de 40 anos) trazem altos riscos de panes elétricas com riscos a TODAS as unidades! Transitar sobre telhados com risco de fraturar (ou perfurar uma veia) uma perna de um prestador de serviço ou funcionário local, certamente trará enormes prejuízos com ações judiciais.

E nem vamos perder tempo com citações sobre falta de sinalização, iluminação, corrimão, combate a insetos, proteção individual e outros detalhes de pequena monta.
Mesmo havendo preocupação constante {*2} com estas necessidades, jamais chegaremos a 100% de segurança (basta um clips no chão que pode provocar uma queda fatal). Já seria louvável atingirmos 88% (muitas empresas ficam entusiasmadas com 85%).

*1 – prevenção não é uma característica marcante de nosso povo. Não somos educados para isto. Perdemos dezenas de horas por ano para estudar a história do Egito 4000 anos AC {*3} e não investimos 2 horas semanais para aprender a cuidar do lixo, insetos, produtos inflamáveis e assemelhados. Então acabamos caindo no buraco do “se acontecer algo ruim, DEPOIS a gente verifica o que fazer”. Isto custa 100 vezes mais caro do que prevenir.

*2 - quem perde 3 horas por DIA no face e no WA tratando de futilidades não investe 2 horas por semestre num treinamento para atuar em prol do seu patrimônio e pela qualidade de vida de seus vizinhos e parentes.

*3 – nada contra a bonita história do Egito desde sua criação. Assim como procedimentos para criar lindas borboletas. Temas que podem ser resumidos em 2 horas dentro de uma escola para despertar a curiosidade dos presentes. Quem se apaixonar pelo tema, posteriormente vai buscar meios de cursar sobre o assunto assim como faz para aprender música ou alemão.

Haroldo P. Barboza / RJ – dez/2017

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: IUKM (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.