Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poesia
 
O Grito
Por: aline mamede


Vagueio pela rua, estendo a mão
ninguém me conhece… que sensação!
Sinto os meus braços esquecidos,
e dos abraços então vividos
apenas resta a recordação.

Subo e desço a minha calçada
vezes sem conta nem fim,
o que encontro… é nada,
só gente a fugir de mim.

Procuro o que não encontro
porque há o desencontro
daquilo que eu sonhei ser,
fui enganado e aliciado
com promessas de prazer
ficando assim viciado.

Pergunto! Afinal que valho eu?
Sinto vergonha, sinto-me lixo
até minha voz desapareceu,
não consigo soltar um grito
sinto o coração aflito
perdi tudo o que era meu.

Choro por tudo o que perdi
choro a sociedade em que vivi
que me olha como culpado,
mas quando quis dizer não
eu corri em contra mão
fiquei vencido e cansado.

Mas juro que acredito
que soltando este meu grito
alguém o possa ouvir,
haverá uma porta secreta
que para mim esteja aberta
por onde eu possa sair.

Aline Mamede 14/02/2018

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: LUEe (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.