Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

JOSÉ JOAQUIM SANTOS SILVA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Conto
 
CUIDADO COM AS APARÊNCIAS !
Por: JOSÉ JOAQUIM SANTOS SILVA

AS APARÊNCIAS ENGANAM



De José Joaquim

Em um dos seus passeios vespertinos habituais, andavam por uma estrada Jesus Cristo e João.
Após andar alguns kilômetros, e a pouco mais de 100 metros, eles puderam visualizar um formoso cavalheiro, portando uma túnica branca, todo vestido a caráter.
parecia um nobre. E ele clamava, clamava e clamava.
Seu clamor era tão entonteante que poderia sensibilizar qualquer passante por aquela estrada sinuosa e deserta.
E o mais impressionante, é que mesmo ele se trajando de branco, estava ajoelhado naquela estrada ainda molhada em consequencia das chuvas muito raras por aquelas bandas.
E assim eles foram se aproximando do cavalheiro formoso, com seu clamor fervoroso. Entretanto, Jesus continuou mais João pela sua caminhada e dialogando com ele como que não tivesse visto ninguém orando.
Enquanto isso, João meio confuso, olhava discretamente para Jesus algumas vêzes que permanecia na sua marcha lenta com seu cajado na mão.
Após 500 metros, eles se depararam com uma cena nada agradável.
Um homem com características bem grosseiras, sujo, esfarrapado, com a sua carroça atolada numa poça de lama grudenta.
Esse homem falava muitos palavrões e açoitava o burro que não conseguia puxar a carroça daquele lamaçal.
Nisso, Jesus acelera suas passadas e incentiva João a acelerar também.
juntos, eles com pedaços de madeira e alguns empurrões, conseguem retirar a carroça do atoleiro.
O homem, mal agradeceu a Jesus e João. já seguindo sua marcha, Jesus fala: "Espera aí", e o homem para e com ar de muita impaciência escuta Jesus que diz " Olha, ao invés de seguires em frente, entras pela via esquerda que será bem melhor para voçê e para seu tempo".
E o homem, num sorriso muito raro, consegue finalmente agradecer a Jesus.
De volta a caminhada, João surpreso pergunta: Mas Senhor, por que ajudastes aquele carroceiro que falava tanta palavra torpe, tantos palavrões, sujo, maltrapilho, açoitando o animal e que mal nos agradeceu? Por que Senhor?
Eis que Jesus com toda serenidade e um doce sorriso responde a João assim:
João, as vêzes nos deixamos levar pela aparência das pessoas. Aquele cavalheiro formoso, elegante, barba bem feita, túnica branca mais alva que as areias do deserto e que se mostrava conhecedor da palavra, era na realidade um ladrão, um salteador de estradas perigoso e assassino. Ele estava clamando ao Pai para que ele tivesse sucesso nas suas investidas delituosas naquela estrada antes de escurecer.
Entretanto aquele pobre homem que ajudamos, que estava falando palavrões, desesperado e se comportando até com um pouco de selvageria era na realidade um pobre mineiro com as mãos cheias de calos, e com suas pepitas de ouro para vende-las ao ourives.
E ele temendo não chegar em tempo de encontra-lo por se aproximar do fim da tarde e de também ser assaltado e morto por salteadores e com a carroça atolada, entrou em desespero.
Por isso ele se comportou daquela maneira. Mais alguma pergunta João?......Não Senhor !!


jjsound45@gmail.com
jjsound45@hotmail.com
jjsound51@r7.com

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: OAES (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.