A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
MADRUGADAS
Por: Guto del Blanco

Madrugadas
( Guto del Blanco )


já soou a terceira badalada do relógio de pêndulo....

nenhuma ligação , chamada a cobrar sua
ou engano

do pouco que resta de bateria
é o pouco que resta de nós dois
...não se engane...nem me engane
você sabe, eu sei

sem tramas
dramas
enriquecimentos de partes
eu
fiz
você fez....
sem planos
que é o que que de melhor não há
pois de vida planejada
já se tem um Universo que depois de nós aqui ficará

....

sem mais ....ou menos

o que é
ou vai ser
ainda só depende do que vamos fazer

sem adeuses inesperados
ou acelerados
sem muitos fins ou sins desconexos ou reversos
e antes que venham as pedras ...

...de intelectual pouco tenho...
mais instinto , intuição
e saber natural que qualquer um tem

por isso não se demore ...nem se se apresse...
mas também em demasia não se enrede....


 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: YESE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.