Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 

 

JOSÉ JOAQUIM SANTOS SILVA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Crônica
 
QUAIS SÃO AS REIVINDICAÇÕES DOS CAMINHONEIROS ?
Por: JOSÉ JOAQUIM SANTOS SILVA

QUAIS SÃO AS REIVINDICAÇÕES DOS CAMINHONEIROS ?

Por José Joaquim

Amigos paralerepensar e facebookeanos, a principal exigência deles os caminhoneiros e com razão, é a queda no preço absurdo e leonino do óleo diesel: segundo os representantes dos transportadores, o custo atual do óleo torna inviável o transporte de mercadorias no país.
Poucos de nós sabemos que um caminhão grande usa até R$ 2 mil reais de óleo diesel por dia. Isso aí no fim do mês é um rio de dinheiro e não há quem aguente.
Eu não sou caminhoneiro não, sou apenas um simples técnico em eletrônica. Porém tenho muitos amigos e conhecidos que rasgam essas estradas norte a sul do Brasil, e muitos deles já foram até Uruguai, Argentina, Paraguai , Bolivia e Perú é longe e margem de lucro da atividade é muito baixa, parecendo até que hoje em 2018 os caminhoneiros trabalham só para cumprir tabela (sem ganhar nada.
Interessante, nos idos de 79 a 83 tempos saudosos quando trabalhava na Philips ainda no Comércio, tempos quando era eu PX e depois Radio Amador, cansei de passar altas horas da madruga mantendo meus QSOs ou bate papo confortavelmente no meu quarto privado de eletrônica enquanto eles viajando pelas estradas de Uruguaiana (Rs) ao país Uruguai e depois Argentina.
Os caras são mesmo uns heróis, longe das suas famílias, expostos a latrocidas, policiais rodoviários corruptos estradas perigosíssimas ao extremo e outras coisas mais que não me lembro.
Então, para reduzir o preço do diesel, as entidades querem que o governo estabeleça uma regra para os reajustes do produto - hoje, os preços flutuam de acordo com o valor do petróleo no mercado internacional e a cotação do dólar.
Está errado !!
Além disso, há outras reivindicações na pauta dos caminhoneiros, o Sindicam quer também a isenção da roubalheira do pagamento de pedágio dos eixos que estiverem suspensos quando o caminhão está vazio e passa a rodar com um dos eixos fora do chão. Eles defendem a aprovação do projeto de lei 528 de 2015, que cria a política de preços mínimos para o frete, e a criação de um marco regulatório para os caminhoneiros.
O caminhoneiro faz um cálculo do custo do frete (antes de partir). Agora, o caminhoneiro às vezes viaja durante cinco dias. Teve semana que o diesel subiu todos os dias invalidando a estimativa de custo.
A minha pergunta; Por que é tão fácil para os caminhoneiros jogarem o Brasil no caos?
Basicamente, porque o país depende fortemente do transporte rodoviário para transportar bens, pessoas e produtos - inclusive matérias-primas e insumos como os combustíveis, centenas de políticos mafiosos donos de usinas de asfalto, postos de combustíveis e distribuidoras de combustíveis. Diferentemente de outros países com território de tamanho parecido, o Brasil tem poucas linhas de trens para escoar a produção - são 29 mil quilômetros de ferrovias, contra 86 mil km na China, 87 mil km na Rússia e 225 mil nos EUA. Os dados são da consultoria de logística Ilos.O resultado é que, hoje, 90% dos passageiros e 60% da carga que se deslocam pelo país são movimentados em rodovias, de acordo com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), entidade sindical das empresas do setor.
Segundo o que pesquisei na revista Veja.
Ao longo dos últimos dias, os caminhoneiros grevistas também fizeram bloqueios em pontos estratégicos, como a saída de refinarias da Petrobras e a entrada do porto de Santos, em SP, dificultando ainda mais o escoamento das mercadorias.
Na minha teoria, há duas outras medidas que o governo poderia tomar para tentar baixar o preço dos combustíveis até chegar a bomba: anunciar um novo corte de impostos (além da Cide, poderia diminuir o valor do PIS-Cofins) ou mudar a política de preços da Petrobras.Ambas teriam reflexos negativos: cortar impostos significaria aumentar ainda mais o endividamento público; e uma nova mudança na Petrobras colocaria em risco as contas da companhia que se endividou durante o governo de Dilma Rousseff, quando os preços eram controlados. Isso aí os petistas esquecem facilmente.
Apesar da redução anunciada no começo da noite de quarta-feira, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse que "a política (de preços) da companhia não muda".
Bem, A serpente está na terra e a proposta está no ar com a palavra o Governo.
Caso contrário amigos, ficaremos com fome, sede, frio, sem escolas, hospitais, e com as gôndolas dos Atacadões, Extras e outros vazias.



jjsound45@gmail.com
jjsound51@r7.com

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: DWXC (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.