Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
O Brasil de ontem e hoje
Por: Marlene A. Torrigo

CAROLINA MARIA DE JESUS (1914 / 1977), foi uma escritora brasileira, autora do livro Quarto de Despejo, publicado na década de 50. Ela, favelada e catadora de lixo, escreveu um diário em cadernos que encontrava nos lixos de São Paulo. Suas memórias, publicadas em linguagem primária, aborda o sofrimento da população marginalizada obrigada a se superar diante da situação de miséria e abandono dos seus governantes.
Com tanta gente falando do atual estado de miséria do Brasil, Carolina relata de forma áspera e contundente, como era sobreviver miseravelmente em um tempo em que não havia bolsa-família, não existiam brechós para comprar agasalhos e calçados baratos no frio extremo da época, não existiam restaurantes de hum real, não existia o Projeto Cingapura, não existia o Movimento dos Sem Terra, nada que tornasse menos sofrida a vida dos chibatados pela vida, pela Fome.
A sobrevivência de Carolina e seus filhos resumia-se no dia-a-dia, bem diferente da pobreza nos dias de hoje, quando existem sucateiros que até engordam poupança em bancos.
Uma parte emocionante do livro se dá quando Carolina, na sua condição de mulher só, excluída e desprezada até mesmo por seu congêneres, conta que enquanto os casais brigavam na favela e as mulheres eram agredidas por seus companheiros bêbados, ela ouvia valsas vienenses. "A noite enquanto elas pede socorro eu tranquilamente no meu barracão ouço valsas vienenses." Sendo semianalfabeta, Carolina era autodidata na sua forma lírica de relatar os dramas de sua vida.

Saiba mais: http://homoliteratus.com/quarto-de-despejo-a-escrita-como-valvula-de-escape/

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: EcQR (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.