Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 
Crônica
 
Derrota do Brasil - discurso pronto?
Por: Morena

O fato de você ODIAR a Copa do Mundo é problema absolutamente teu. A Copa do Mundo não vai tirar o Brasil do fundo do poço no qual VOCÊ ajudou a enfiá-lo. Você vota, não é mesmo? O caos onde o Brasil se encontra chafurdado tem como culpado absoluto a grave crise de valores morais.

O teu jogo de palavras pré-fabricadas (já antevendo a derrota do Brasil, algo já esperado, conquanto a esperança persistisse, e cuja vitória seria uma alegria para crianças e adolescentes que nunca viram o Brasil ganhar uma Copa) não vão tornar o Brasil um país de honestos e éticos. Não só políticos, mas todos aprenderam a ter o seu joguinho de cintura para sair das dificuldades, todos possuem o seu jeitinho brasileiro, lógico. Você também?

Povo anestesiado? Ou povo usufruindo de momentos de lazer diante das dificuldades, das tristezas da vida, dando-se o direito de sair um pouco da rotina miserável de suas vidas? Você acha que a roubalheira começou aqui? Pergunte aos descendentes indígenas e africanos porque os governos daqueles tempos não fizeram nada por eles durante séculos. E naqueles áureos tempos o futebol sequer existia.

Um feriado a mais ou a menos não vai tornar o Brasil melhor do que foi ontem ou está sendo hoje. Em quaisquer uns que se vote, eles se virarão contra o povo. Então, a Copa do Mundo não tem culpa da lama no Brasil. Se os jogadores são endinheirados, pena que um deles não seja você, seu filho, seu neto. Caso fosse, o seu discurso pré-fabricado seria outro? Seria tipo, o povão que se dane?

Esperança de termos um Brasil melhor, com justa distribuição de rendas, não há. Se esperança há é apenas através da educação de crianças e jovens. Mas sabe, educar não é doutrinar. Não é impingir religião obrigatória às crianças, não lhes dando o direito pleno de escolha. E, adultos de ontem que, afirmam, tiveram excelente formação de pais e mestres, muitos são os psicopatas, corruptos e atravessadores d'hoje, sem valores morais nenhum, que tornam a nossa vida um inferno. E eles estão por toda parte, meu nobre cidadão, até dentro da tua sinagoga. Que Brasil esse, não?

Bem... Daqui a quatro anos tem mais, e as crianças e jovens tristes d'agora poderão torcer felizes novamente.

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: PBHT (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.