A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

NÉLIO CARDOSO DE MEDEIROS
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Humor
 
O DIÁRIO DA DONZELA
Por: NÉLIO CARDOSO DE MEDEIROS

O diário da donzela

Itakamosi em 20 de abril
Querido diário: - Resolvi escrever os mais importantes acontecimentos da minha vida para que os pósteros saibam como passei parte da minha existência pregressa e atual. Sou caipira. Moro na Fazenda da Madame Tanibuca localizada em Vargem Alegre. Estou em Itakamosi. No idioma tupi, Ita significa pedra. Kamosi, bacia. Logo, bacia de pedra.
Ipiabas em 21 de abril
Diário querido: Um dia chuvoso impediu-me de ir até o Bairro do Querozene. A previsão do tempo falhou. Avisaram que não ia chover. Pena! Queria tanto encontrar-me com o Colofônio, um sonho de rapaz para a mulherada e donzelas casadoiras.
22 de abril
Queridíssimo diário: Hoje, amanhã e agora! Que importa o tempo? Todo diário é frio, gelado. Não consigo amar nem as traças. Digo-vos: o dia foi interessante para mim. Tirei 200 litros de leite da Setembrina, é a mais gorda de todas as vacas. Moro longe da cidade. Chamam isso aqui de roça.
23 de abril
Querido diário: A partir de hoje chamá-lo-ei de diário. Querido por quê? Ou seria porque? Não está em desacordo com as normas cultas? Hoje minha irmã foi pintar as unhas na casa da Xantofila e chegou muito tarde. 19 horas! Isso é hora de chegar em casa?
24 de abril
Diário: Levantei-me às quatro da manhã. Acordei os galos. Resolvi cantar um trecho da ópera-bufa do Maestro Tocomóviski. O libreto foi escrito pelo padre Dimetilbutadieno no século XIV. Setembrina produziu 250 litros de leite. É pouco. Já consegui 960 litros quando ela se apaixonou por um touro.
25 de abril
Diário: Gosto de ler, então fui à Biblioteca Pública e pedi emprestado um livro. Pelas minhas roupas, a atendente notou ser eu uma caipira e me aconselhou a ler “O pênis da vaca” de autor desconhecido. Segundo ela foi o livro mais vendido até hoje. Não o quis e pedi outro. Apresentou-me “Peixes Poetas” escrito pela ex-donzela secretária do Professor Hipérbato, o gênio do município e adjacências. Semana passada li “A república” de Platão. No momento leio “Contos Fluminenses” escrito por Machado de Assis. Gostei da história “Miss Dólar”. Quero ler “Direito Romano”. Não sei quem o escreveu.
26 de abril
Dário: Quero chorar muito. Não sei porquê. Mamãe que não é sábia nem macróbia, diz que é problema da idade. Minhas amigas dizem que é falta de estudo sobre formigas e gafanhotos. Não sei. Pode ser saudade do meu papagaio. Um gato deliciou-se com ele.
27 de abril
Diário: Um dia estranho para mim. Encontrei um acridófago. Fiquei estarrecida. Nunca ouvir falar em gente que come gafanhotos. Ainda bem que tenho um dicionário deixado pela minha hexa-avó. Palavras existentes nele não constam nos atuais. Quanto mais ignorante um povo, melhor para o poder dominante. Isso é mais antigo do que atender certa necessidade fisiológica de cócoras, com afirmava o Detetive 3, 1416... e sua secretária Secretina. Talvez ela seja originária do pâncreas.
28 de abril
Diário querido: Encontrei o Clorofônio discursando na Praça das Viúvas Virgens. Insistia para repetirmos os políticos atuais, aumentar e quintuplicar os salários deles, aumentar os impostos (são baratíssimos aqui na roça), distribuir leite em pó estragado para os pobres, criar bolsas especiais para o Congresso Nacional tais como: bolsa procto, bolsa intestino grosso, bolsa urina da manhã, bolsa penico de barro, bolsa unhas de madames, e bolsa vagina de touro preto. Talvez outras sejam acrescentadas depois das eleições.
29 de abril
Querido diário: Fico feliz em chamá-lo de “querido”. Madame Tanibuca para muito bem aos empregados. Recebemos um sestércio e meio por mês. Suficiente para comprar cinco caroços de feijão e uma espiga de milho.
20 de abril
Queridíssimo diário: Deixei de ser donzela hoje. Não preciso mais de diário.
a) Ex-donzela de Itakamosi.

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: TcWC (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.