Seleção de Livros! Clique e confira.

A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 

E-mail:
Senha
       
        Cadastre-se
Esqueci minha senha
Homepage
Pensadores
Lazer e informação
Citações
Textos Fantásticos
Poemando
Provérbios
Estatuto do poeta
Peão diz cada uma!
Bíblicos
Contos e poemas de Natal
Básico de violão
Livrarias
Informática
Artes
Jornais
Revistas
Música
Televisão
Infantil

MUSIPOEMA

MUSIPOEMA
A HISTÓRIA DO ROCK IN ROLL
SER MÃE
AMIGO É...
AMAR É...
 

 

Busca

 
 
 

 

Walquiria Rocha Machado
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Conto
 
Vou te esperar...
Por: Walquiria Rocha Machado

Eu não queria gostar de você... aconteceu! achei que minhas defesas estavam todas atentas ao meu favor, então me pego inerte e sem vontade própria apenas te querendo mais e mais... Não consegui me livrar das lembranças do seu olhar e dos seus abraços, não consegui me livrar da sua ternura e do seu sorriso meigo e encantador, não consegui me livrar de você...

Apesar das luzes aqui dentro estarem apagadas, você ascendeu uma faísca abrasadora em de mim, que iluminou meu corpo por dentro e por fora fazendo com que nesta luz eu só enxergasse você... fiquei presa nas suas emoções disfarçando as minhas tão reais e tão diferentes das suas...

Construímos ilusões envolta em sorrisos, mensagens e encontros repletos de carinhos arrancando de nós gargalhadas bobas e as vezes sem sentido...ríamos de tudo, até mesmo de nossas bobagens corriqueiras e sem nenhuma graça para os outros , mas para nós era um divertimento.

Então a guerra das nossas diferenças venceu! venceu aqueles sentimentos tão alegres, mas tão cheios de porquês? e aonde? eu não trilhava os seus caminhos, e nem você trilhava os meus, então chegou o dia de nós nos separarmos...

Você precisava viver toda a angústia que estava acumulada dentro de você, e eu queria viver a minha calmaria... talvez em algum lugar da vida ou em alguma curva da estrada, nós nos encontraremos outra vez, nos olharemos outra vez, e nos envolveremos mais uma vez...

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: ASFP (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.