A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 
Poesia
 
SOU SOMBRA DO QUE FUI
Por: Thalya Santos

Sou sombra do que fui
Sou alegria perdida rasgada
Sou pedra na estrada.
Sou poeira solta ao vento
Sou frágil e sozinha
Sou personagem que invento.
Sou pássaro de asa quebrada
Sou alguém que muito sonhou
Hoje meu sonho é nada.
Sou o nó na garganta
Aprisionando o grito
Sou um coração descompassado
Sofrido, aflito
Sou a estrela apagada
Sou a lua escondida
Sou a lágrima sentida
A rolar pelo rosto
Mutante da vida
Perdi as cores e o gosto.
Sou uma mão estendida
A pedir amparo
Sou doida no volante da vida
Eu corro e não paro
Sem rumo sem direção
Cato pedaços de mim
No ar e no chão.
Nesta imensa escuridão
Com passos incertos
Busco a luz
Tento encontrar
Dentro de mim a criança
Sou a busca da esperança
Quero tempo
Minha mente perturbada
Busco a paz na madrugada
Sou a Thalya perdida
Sou somente Thalya
Sou desabavo em minha poesia.

PELOTAS RS





 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: CZLI (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.