A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Escritor ADhemyr Fortunatto
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Humor
 
CORNO SÃO TOMÉ
Por: Escritor ADhemyr Fortunatto

PUBLICADO EM NOSSA COLUNA, NO JR NOTÍCIAS, DE SÃO PAULO - SP - 13.11.18

------------------------
Foi na esquina da Rua Sebastião Sampaio, ali perto da rodoviária antiga, que tudo aconteceu.
Enfim, fora chamado de Corno São Tomé, ora, ora! O que vinha a ser isso? “Você acreditou porque viu. Bem-aventurados o que acreditaram sem terem visto”, lembrou-se das palavras do Mestre.
E enfim, estava plantada a semente da dúvida. Ora, aquela velhinha que o chamara de Corno São Tomé, --- sim, porque fora uma velhinha --- então saberia de algo realmente concreto sobre a fidelidade da Ritinha, a esposa dele? Ela falara porque viu, ou acreditara sem ter visto?” ...
Fake News do dia a dia, assim o pobre --- e agora desconfiado --- Bodão tentava classificar esse momento de sua vida. Mas a dúvida...
Bem que vinha notando as palavras elogiosas da Ritinha a respeito do sedutor Pé-de-Pano de Sertãozinho, que vinha alvoroçando a cidade. Falava-se que não havia mulher que resistia ao charme do homem...
Mas, enfim, voltemos ao início da coisa, ou seja, como tudo começou... Era o primeiro dia do horário de verão, e o Bodão estava, como já citado, ali por perto da rodoviária antiga.
Uma adolescente que passava, então lhe perguntou:
--- Moço, que horas são?
O Bodão pensou --- Eitá... Ela tá perguntando da hora nova ou da hora velha? Afinal hoje é o primeiro dia do horário de verão!
Então, para não haver qualquer dúvida, mencionou à menina a hora nova e a hora velha:
--- Bem, na nova, cinco; na velha quatro!
Por coincidência, passava uma velhinha justo nesse momento, que interpretou o fato a seu modo, e dirigindo-se ao Bodão, esbravejou:
--- E na sua mulher dez, seu corno São Tomé!
-------------------------------------------------------------------------------------
Autor: Escritor ADhemyr Fortunatto
AUTOR DOS LIVROS:
1 – As aventuras do Bodão - HUMOR
2 – Reflexões de um sujeito à toa - CRÔNICAS
E-mail:
[email protected]
Blog:
[email protected]
Facebook.com/ADhemyr Fortunatto

Outras histórias do Bodão você encontra em:
https://web.facebook.com/livrobodao/

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: CJFA (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.