A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
VITÓRIA À CUSTA DE FRAUDES E DESRESPEITO ÀS LEIS
Por: Tolentino e Silva

Vale ganhar eleição praticando fraudes (fake news) e outras, debochando da justiça, mentindo para o povo, difamando autoridades e adversários políticos, uso de expressões ofensivas, amorais? Por que a justiça se calou diante de tantos atos e comentários ilegais como:

O caso dos negros que segundo o candidato do PSL “não fazem nada”; “nem pra procriadores servem”.

O "só não te estupro porque você não merece", referente à deputada Maria do Rosário.

O caso dos indígenas, "Temos uma área maior que a região Sudeste demarcada para índios e os índios devem ser integrados a nós”. ‘Uma das justificativas apresentadas por ele contra a destinação de áreas para comunidades indígenas é o "prejuízo para o agronegócio", além de prejudicar outros interesses comerciais.’

Da Amazônia - “como tem o apoio do lobby parlamentar do agronegócio, que é muito forte, Bolsonaro quer praticamente colocar o meio ambiente a serviço do agronegócio”. ((Geraldo Monteiro, cientista político da (UERJ)

Dos petistas, em Rio Branco/AC - “Vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre. Vamos botar esses picaretas para correr do Acre. Já que gostam tanto da Venezuela, essa turma tem que ir para lá. Só que lá não tem nem mortadela. Vão ter que comer capim mesmo".

Do "tem que matar uns trinta mil", do "eu sou a favor da tortura".

O desafio e deboche que o filho do então candidato do PSL fez aos ministros do STF, dizendo que "se quiser fechar o STF, manda um soldado e um cabo".

Tudo isso aconteceu sem a observância rigorosa às regras e à lei, principalmente aos artigos 1º e 5º da CF/88:
Parágrafo único.

“Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”. O uso de meios ilegais (fake news, difamações, desacatos, falta de ética) tirou a oportunidade do povo de escolher seu candidato.

Art 5º: “Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade...”

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: beEG (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.