A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

José-Augusto de Carvalho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Sonetos
 
ESTA LIRA DE MIM!... * O Romantismo revisitado
Por: José-Augusto de Carvalho



Quando eu morrer, meus olhos cerrarás,
p’ra sempre, com teus dedos de veludo.
No sono, sem espada nem escudo,
terei o que não tive em vida --- a paz.

No tempo sem retorno, irei cantar
aos astros, que terei por tecto e manto,
apenas o desgosto do meu canto
teu sono breve já não embalar.

Talvez o vento frio das nortadas,
que há-de soprar nas noites de invernia,
te traga a perdição daquele dia
nas minhas mãos inertes e geladas.

E saberás então que nem o fim
se abate sobre ti e sobre mim…



José-Augusto de Carvalho
7 de Julho de 2009.
Alentejo * Portugal

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: XAZJ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.