A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Crônica
 
Renda básica de cidadania (RBC)
Por: Salvatore D' Onofrio

Pelo artigo "Presidente eleito poderá bem cumprir a Constituição" (Forma mais eficaz será instituir a Renda Básica: Folha, 21/10), Eduardo Suplicy quer que Bolsonaro atenda ao princípio constitucional que impõe a construção de uma sociedade justa e solidária, erradicando a pobreza, pois ninguém pode ser feliz no meio da miséria. A renda básica seria uma quantia de dinheiro que o Estado deveria distribuir gratuitamente a todas os cidadãos que não tenham condições de suprir suas necessidades primárias. Só que o ex senador não explica de onde sairia o dinheiro e porque os governos petistas não fizeram isso antes, visto que a Bolsa Família não é suficiente, como ele próprio reconhece.
A meu ver, o conceito de cidadania não implica apenas em direitos, mas também em deveres. Se alguém não trabalhar, outro tem que obrar dobrado. A caridade pública não pode substituir as obrigações individuais de uma forma continuada. Viver de esmolas envergonha o ser humano, enquanto o trabalho dignifica a pessoa. Ao Estado cabe dar oportunidades de trabalho, bem como escola, assistência médica, moradia, transporte coletivo, segurança pública. Aos cidadãos cabe não se fecharem num egoísmo individual ou de grupos, sem se preocupar com o bem da coletividade. Uma mulher não deveria pôr um filho no mundo sem condições econômicas e psíquicas para educá-lo, sob pena de criar um marginal nocivo à sociedade. O planejamento familiar, com a orientação sexual e a ajuda do Estado na prevenção de doenças, gravidez indesejada, descriminalização do aborto, seria uma medida bem mais eficaz e factível do que instituir uma renda básica incondicional. Vale lembrar que a China chegou ao nível de primeiro mundo com apenas duas medidas: filho único e educação básica em tempo integral!
--
Salvatore D' Onofrio
Dr. pela USP e Professor Titular pela UNESP
Autor do Dicionário de Cultura Básica (Publit)
Literatura Ocidental e Forma e Sentido do Texto Literário (Ática)
Pensar é preciso e Pesquisando (Editorama)
www.salvatoredonofrio.com.br

 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: XURN (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.