A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poesia
 
Querer
Por: Fernanda Moroso

Eu tenho um corpo cheio de paixão
mãos embriagadas procurando encontrar
um afago desse jeito que aperte assim meu peito
em você
Preciso encontrar uma saída
abafar a rebeldia de querer
espero agora me cansar, os ânimos acalmar
deste sonho em que tudo é uma questão de tempo
momentos de prazer
Na solidão que não desiste em guardar
são mãos e braços que imagino me prender
e eu procuro encontrar,
mas não, não vejo você
Quero gritar, extravasar meu sentimento
sou louco, perdido neste porto, ancorado ao sentimento,
mas a voz se cala, agora é tudo ou nada
eu só quero amar você
O mundo travou esta prisão
meu peito é agora solidão
o mar suspira longe, eu não vejo o horizonte
cadê você?
A verdade é essa, agora eu tenho pressa
de viver
Eu corro neste tempo, atravesso o espaço, a espera,
meu sentimento de querer
As mágoas eu escondo no fundo do oceano pra esquecer
vou me encostar na lembrança do seu rosto
estrela que me guia, aquieta minha agonia de renascer

Quero soltar a voz, sentir o mundo respirar,
o sol que nasce todo dia, agora é tudo alegria
Vou amar você.

Fernanda Moroso

1a. Publicação: www.paralerepensar.com.brr 20/07/2006




 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: DFGN (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.