A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poesia
 
CINDERELA MATRIX
Por: Guto del Blanco

Cinderela Matrix
( Guto del Blanco )

...talvez eu tenha me precipitado
e aberto a urna de vidro em que
você dormia ...ter dado um beijo em seu rosto
e fiz você a vida de novo..!

Não seria eu talvez o
príncipe que tu esperavas...coberto de pura
seda e ouro ou talvez até
jóias raras...
..mas estavas linda e sonífera
e então não resisti

Eu , quem sabe
o príncipe errado para ti
e certo e convicto de meus valores ...arrisquei..
sem ouro , seda , perfumes e joias raras
mas com muito cheiro de estradas
calos de labuta , sal de lágrimas. , suor
ou simplesmente de água do mar...

do pouco que me recordo , sempre fomos de de
sete a 10... às vezes tirando um 5 ou 6 na média
em alguns quesitos ...mas no final era aprovação ...!

e se meu cheiro de sangue limpo
suor , calos , lágrimas e risos
te acordaram antes do seu tempo
fiquem aqui registradas
minhas desculpas...
mas não
algum ou qualquer arrependimento por nossos doces
momentos... !

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: bYbX (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.