A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

SÉRGIO DA SILVA TEIXEIRA
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poesia
 
AS FLORES FIÉIS
Por: SÉRGIO DA SILVA TEIXEIRA

Quando a gente vai embora
Desta pra outra ou pro nada
Vida certa ou vida errada
Que tanto faz nessa hora
Sempre existe alguém que chora
Mesmo até pelo pior
E no velório ao redor
Os pensamentos são tantos
Entre conversas e prantos
Preces criadas, de cór

Depois o definitivo
O nunca mais ou quem sabe
A esperança sempre cabe
Para a dor é o lenitivo
É o principal motivo
Fortificante da gente
Para que se vá em frente
Pois o tempo não dá bola
Nem tampouco dá esmola
E a quem pede é indiferente

Hora de voltar ao lar
Nada mais há pra ser feito
Dorme em seu último leito
Quem não mais vai acordar
Porém a lhe acompanhar
Tal os guardas nos quartéis
Sem oficiais, coronéis
Permanecem não pessoas
Mas as flores em coroas
Que ali vão morrer fiéis.


Sérgio da Silva Teixeira
Bagé/RS.

 Comente este texto

 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: KgQU (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP será enviado junto com a mensagem.