A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

 
Poema
 
Vidro
Por: Gerson Luiz Gusso

Transparente, opaco, lúcido
Translucido, transtorno por opção.
Inconsciente faz-se vidro,
Olhos , coração, dor, amor,
Silhueta transgênica.

Criança nascida,
Deus dos amores, das dores,
Todos iguais , ínfimos , solitários.

Vitrais do mundo,
Esmaltados com sangue,
Pecados curados no fogo,
Sentimentos multicolorido,
Meu consciente in vitro.

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: TVQW (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.