A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

José-Augusto de Carvalho
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Sonetos
 
NA ESTRADA DE DAMASCO * Assumpto
Por: José-Augusto de Carvalho



Carrego, desde a queda, a maldição de expulso.

Do mito que não fui à pena de banido,

a minha condição assumo em cada impulso

de ousar o desafio e dar-me algum sentido.


Os passos que já dei! Memória das estradas

de um tempo em construção. Derramo o sangue rubro

na aras das manhãs de angústias orvalhadas

onde sem medo sou e vivo me descubro.


E cada descoberta é uma porta aberta…

E, em cada porta aberta, o mesmo desafio

dizendo-me que sou assim desde o começo…


Imensa, a dimensão do todo me liberta.

Do círio ardendo sou telúrico o pavio

onde sem mito nem grilhão me reconheço.



José-Augusto de Carvalho
4 de Junho de 2019.
Alentejo * Portugal

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: TVeQ (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.