A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

ANTONIO CARNIATO FILHO
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Sonetos
 
O RELÓGIO
Por: ANTONIO CARNIATO FILHO





O tempo marca nos teus ponteiros,
Girando sem parar, sem descanso;
Manso cruel, em momentos ligeiros,
Irreverente gira ao remanso.

Relógio, tu que marcas o tempo,
Das minhas vagas horas na vida,
Não te esqueças o contratempo!
Deixes de marcar - hora atrevida!

O tempo e as horas que passam,
Correndo e vagando, não grassam,
Como o vento forte no deserto .

Todas horas passadas na vida,
São como primavera florida,
Quando o relógio marca certo.



ANTONIO CARNIATO FILHO, 12/04/2019

 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: eTaF (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.