A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

ANTONIO CARNIATO FILHO
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poema
 
AS QUATRO ESTAÇÕES
Por: ANTONIO CARNIATO FILHO


Das estações a primavera principia,
Evoca encantos e inspira prosa e poesia,
Começa equinócio suave e agradável;
A natureza enfeita regiamente,
Os pássaros revoam e cantam docemente,
No trescalar do perfume adorável.

Chega o verão, o sol larga o torpor,
As tardes cálidas plenas de esplendor,
Aquece o corpo e a alma sonhadora,
Banha-se nas ondas mágicas do rei Sol,
E acorda as rosas no claro arrebol,
Da madrugada morna e encantadora.

As manhãs apresentam um clima ameno,
O outono se apresenta com o sereno,
É a estação do amor e da dormência;
Das noites frescas e do céu estrelado,
Da colheita e do sonho realizado,
Para guardar o produto com paciência.

Apresenta-se o inverno, vil, austero,
De noites ríspidas, nevoentas, frio zero,
É a estação da oração – recolhimento,
A embalar sonhos, ilusões e projetos,
Momentos de puros encantos discretos,
A resguardar segredos do pensamento

ANTONIO CARNIATO FILHO,10/06/2019


 Comente este texto


Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: SRNa (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.