A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

Odion de Oliveira Monte
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Poema
 
A ÚLTIMA FRUTA
Por: Odion de Oliveira Monte

Enquanto os sarcásticos sorrisos de palito
Se esbaldam em farras planetárias...
Em ridículos tapinhas nas costas, há quem gosta!
Com suas "bundas" a descansar em veludo
Suas tripas abarrotadas de filé, nunca o miúdo...
Ficam de pé na arquibancada aplaudindo
Nós no picadeiro com bola vermelha no nariz...
Onde crianças usam como chuveiro os chafariz
O prato do dia são as migalhas no lixeiro...
Não temos casas, escolas, segurança e nem pão...
Rastejamos como "cobra pelo chão" querendo uma mão
Mas o que nos dão são migalhas de ração...
Destroem os mares, as geleiras, a fauna e a flora
Quando não sobrar mais nada que enrique agora...
Comerão o planeta terra como última fruta sem caçarola
Brigarão como passarinhos brigam por uma amora...



 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: gYFS (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.