A casa dos grandes pensadores

Bem-vindo ao site dos pensadores!!!

| Principal |  Autores | Construtor |Textos | Fale conosco CadastroBusca no site |Termos de uso | Ajuda |
 
 
 

 

CARLOS EDUARDO DE OLIVEIRA ANDRADE
Publicações
Perfil
Comente este texto
 
Sonetos
 
MÁGOAS
Por: CARLOS EDUARDO DE OLIVEIRA ANDRADE

EC/BA/BRAZIL, 19/06/2007

Deixa-me chorar acompanhado da própria dor.
E só por desengano é que volto ao desencontro
querendo a razão em vez da paixão para o amor...
Sonhando em despojar anseios ao próprio encontro.

No descompasso das vontades o vento toca o destino.
Vêem-se desvairados desejos a machucar o meu fulgor;
e mesmo nas amarras que o segue sem qualquer tino
vai-se despetalado o que poderia tornar-se glamour.

Entrastes em minha vida sem qualquer pudor;
como um indomável tufão – com essa louca paixão
fez todo meu esforço ser em vão.

Entrastes em minha vida sem qualquer fulgor;
este louco amor eu queria, por demais, entender...
Pode até não transparecer, mas me machucou para valer.



 Comente este texto
 

Comentário (0)

Deixe um comentário

Seu nome (obrigatório) (mínimo 3, máximo 255 caracteres) (checked.gif Lembrar)
Seu email (obrigatório) ( não será publicado)
Seu comentário (obrigatório) (mínimo 3, máximo 5000 caracteres)
 
Insira abaixo as letras que aparecem ao lado: dWLE (obrigatório e sensível. Utilize letras maiúsculas e minúsculas;)
 
Não envie mensagem ofensiva e procure manter um intercâmbio saudável com o seu correspondente, que com certeza busca dar o melhor de si naquilo que faz.
Seu IP sera enviado junto com a mensagem.